Governo entra na Justiça para permitir que médicos do RJ atuem na PB

O Governo do Estado decidiu recorrer à Justiça para permitir que médicos do Rio de Janeiro possam atuar na Paraíba. O processo foi protocolado na 2ª Vara e foi objeto de uma reunião de cúpula realizada na tarde deste sábado, 4, em João Pessoa. A ideia é trazer pelo menos 10 cirurgiões para reforçar o atendimento no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. Os profissionais já se dispuseram a aceitar o serviço pelo mesmo valor pago pelo plantão do Trauma da capital. No Rio de Janeiro, eles recebem R$ 700 por cada plantão.

Os profissionais médicos já estão na Paraíba, mas o Conselho Regional de Medicina (CRM) não quer autorizar a atuação deles no Estado, motivo pelo qual o Governo recorreu à Justiça.

Nesta semana, o governador Ricardo Coutinho (PSB) decidiu decretar estado de emergência no Hospital de Trauma por causa do impasse gerado com os médicos. Ontem, contudo, 23 prestadores de serviço aceitaram o acordo proposto pela Secretaria de Saúde e voltaram ao trabalho. Eles vão receber, pelos próximos seis meses, R$ 1 mil por plantão. Atualmente, a indefinição diz respeito aos médicos concursados, que entraram em greve pedindo melhorias salariais depois que viram o êxito dos prestadores de serviço.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.