Governo autoriza exploração de petróleo em Santa Helena e Triunfo

A Petrobras e a UTC Engenharia começam nos próximos meses a perfurar poços para extração de petróleo no Sertão paraibano, nas cidades de Santa Helena e Triunfo, respectivamente. De imediato, as duas empresas vão instalar seus escritórios e equipamentos e contratar pessoas da região. As licenças ambientais para a exploração de petróleo foram entregues pelo governador em exercício, Luiz Sílvio Ramalho Júnior, em solenidade no Palácio da Redenção na manhã desta quinta-feira (30).

As duas empresas, vencedoras de licitação, são detentoras de lotes de exploração de petróleo na Bacia do Rio Peixe. A Petrobras vai perfurar quatro poços no município de Santa Helena e a UTC Engenharia vai explorar dois poços na cidade de Triunfo. As licenças ambientais foram emitidas pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema).

Com as licenças ambientais, as empresas podem, agora, instalar  os equipamentos de perfuração na área, perfurar os poços e fazer o transporte do óleo extraído. A Petrobras explora petróleo nos estados do Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Amazonas, Rio Grande do Norte, Ceará, Alagoas, e, agora, vai explorar na Paraíba.
O governador em exercício, Luiz Sílvio Ramalho, afirmou que está otimista, a exemplo dos paraibanos, com a exploração do petróleo, o "ouro negro" será uma grande redenção para o Sertão e o progresso virá”, destacou. Ele acredita que tudo vai dar certo e a exploração de petróleo vai fortalecer a economia da Paraíba.
O município de Santa Helena fica a 518 quilômetros de João Pessoa e tem 6 mil habitantes. A cidade de Triunfo, localiza-se a 513 quilômetros de João Pessoa e tem hoje 9.600 habitantes. As populações estão na expectativa de empregos e renda. 
 
Início – O gerente geral de Sondagem Terrestre do Norte e Nordeste, da Petrobras, Stênio Jayme Galvão Filho, paraibano de Campina Grande, afirmou que até o final do ano terá início a perfuração do primeiro poço para comprovar a possibilidade de encontrar petróleo numa quantidade comercial.  Ele destacou que diversos empregos serão gerados de forma direta e indireta.

A política da Petrobras é aproveitar a mão de obra da região. Até meados de janeiro, a empresa terá um resultado concreto sobre o potencial petrolífero dos poços em Santa Helena. Após a preparação da base dos poços chegarão as sondas para a perfuração.

O líder operacional de óleo e gás da UTC Engenharia, Julio Cezar Alves Duarte, informou que a empresa inicia os trabalhos com a limpeza da área, terraplanagem e locação dos poços. A preferência da empresa é contratar homens e máquinas na própria região polarizada por Cajazeiras. Até o final de fevereiro, a UTC divulgará o resultado dos testes sobre o potencial de petróleo dos poços. A empresa tem matriz em São Paulo.
 
Data histórica – Uma data histórica, assim avaliou este 30 de setembro, o secretário do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e Ciência e Tecnologia, Francisco Jácome Sarmento, ao comemorar a liberação das licenças ambientais para as duas empresas explorarem petróleo na Paraíba. “Todos nós sabemos que nos estados onde o petróleo entra para a pauta de negócios e empreendimentos, o impacto é imediato, a exemplo do Rio Grande do Norte que tem como primeiro item da pauta de exportação  petróleo e gás”, destacou. Ele adiantou que uma terceira empresa está em processo de estudos para em seguida solicitar a licença ambiental.

À frente da pasta dos recursos hídricos e minerais à época da descoberta do petróleo na região de Sousa (2001), Sarmento lembrou que a constatação da presença de óleo se deu por ocasião da busca por água, quando um agricultor da região perfurava um poço para abastecimento de sua propriedade.

Os quatro poços da Petrobras, em Santa Helena, terão profundidade de 310 a 1.888 metros, nas localidades de Melancia, Santa Rita e Areias. A empresa adquiriu a concessão do bloco RIOP-T41, onde serão feitas as perfurações, na 9ª rodada de licitações de blocos exploratórios promovida em 2007 pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A UTC Engenharia vai perfurar dois poços em Triunfo, com profundidade  entre 1.380 e 1.650, nas localidades de Jerimum e Fazenda Agropecuária Esperança II. A Bacia do Rio do Peixe está situada no extremo oeste da Paraíba, compreendendo três sub-bacias sedimentares (Brejo das Freiras, Sousa e Pombal), separadas por altos do embasamento e perfazendo uma área total de 1.250 km quadrados.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.