Governo admite pagar 13º a parte dos servidores da ativa ainda em julho

O governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania) admitiu que poderá estender aos servidores da ativa o benefício de pagamento da metade do décimo terceiro de maneira antecipada “Estamos trabalhando para que a gente vá liberando mês a mês e vá antecipando o pagamento de algumas secretarias. Antes do final do ano, todo mundo terá recebido”. A declaração foi dada durante entrevista à rádio Arapuan FM na tarde desta terça-feira, 7.

João explicou que a equipe econômica está analisando a melhor forma de efetuar os pagamentos dos servidores públicos estaduais: “Agimos de forma responsável e cuidadosa. O dinheiro que paga pessoal não é o mesmo das obras. As verbas têm destinos diferentes. É preciso entender isso”.

Em outro ponto, João acrescentou: “Estamos estudando para este mês de julho o pagamento da antecipação de algumas secretarias que poderão ser contempladas ainda este mês”.

O governador, contudo, não disse que secretarias seriam as primeiras a serem atendidas com a antecipação da metade do décimo-terceiro salário.

No dia 19 do mês passado, os aposentados e pensionistas do Governo do Estado receberam a metade do décimo terceiro de maneira antecipada.

Hospital da Mulher – João também revelou que vai construir o Hospital da Mulher onde hoje existe a Maternidade Frei Damião, em Cruz das Armas. “Por isso que implantamos a unidade II porque passada a pandemia, vamos transferir tudo do Frei Damião para o Santa Paula para derrubar aquele prédio e construir um novo e digno que será uma grande maternidade para a Paraíba. Aquele hospital não oferece mais condição técnica de funcionar. Ele foi sendo ampliado na base do puxadinho e tem problemas seríssimos de instalações. Vamos aproveitar o terreno e construir uma nova maternidade. Enquanto isso, a demanda será encaminhada para a Unidade II, que é o Santa Paula, e que hoje está sendo destinado para pacientes Covid”.

Ainda tratando sobre a estrutura da saúde, a expectativa do Governo da Paraíba é que em 30 dias o hospital de campanha do Hospital Metropolitano possa ser desmontado, caso os números de infectados continuem caindo na Paraíba.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.