Governador do DF enfrenta protesto na festa de Brasília

Sob ameaça de intervenção federal, o governo do Distrito Federal preparou uma mega festa de R$ 8 milhões para comemorar hoje os 50 anos de Brasília. Até o fim do dia, são esperadas mais de 1 milhão de pessoas na Esplanada dos Ministérios para assistir a shows de Daniela Mercury, Milton Nascimento e Zélia Duncan, além de uma parada de carros alegóricos da Disney.

Nesta manhã, o novo governador do DF, Rogério Rosso (PMDB), enfrentou um protesto de cerca 30 estudantes favoráveis à intervenção federal. "Vamos comemorar o quê com a Minnie e o Mickey Mouse. Temos um governador que foi eleito com 13 votos, sendo oito de mensaleiros", gritavam os estudantes.

Eles subiram nos carros da equipe do governador e um princípio de confusão começou quando a Polícia Militar tirou os manifestantes usando cacetes.

Apesar da promessa da organização de que não haveria a presença de políticos na festa, Rogério Rosso fez questão de comparecer. Desde a 7h, ele participou de eventos como missa e a largada de maratona comemorativa aos 50 anos.

Junto com deputados distritais e federais, senadores e parentes do ex-presidente Juscelino Kubitschek, Rosso distribuiu medalhas, selos e moedas comemorativas. "Hoje só fui perguntado sobre a crise. Com todo respeito, Brasília é maior que isso. Não estou aqui para honrar meu mandato, estou para honrar a cidade", discursou o governador numa das solenidades que participou na manhã de hoje.

As comemorações dos 50 anos de Brasília vão até a 1h desta quinta (22), quando está programada uma queima de fogos. Na Esplanada dos Ministérios, o público vai poder ouvir 34 artistas, além de assistir a partidas de vôlei.

 

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.