Governador diz que Cássio mentiu sobre Empreender-PB

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), comentou hoje a denúncia feita contra sua gestão no dia de ontem pelo guia eleitoral de seu adversário, Cássio Cunha Lima (PSDB) de que o pai do secretário de Finanças, Tárcio Pessoa, teria sido beneficiado com um repasse de R$ 405 mil através do programa Empreender-PB, gerido anteriormente por Tárcio.
 
"Não sei se foi ignorância ou má fé. Não existe nenhum contrato em nome do pai do secretário Tárcio. Ele [Cássio] simplesmente usou indevidamente uma outra razão social de uma franquia. É a mesma coisa de uma pessoa pegar uma franquia que nem a Habib´s, que o adversário conhece bem, e em função de uma filial local da Habib´s ter feito um contrato com alguém, denunciar que foi a sede original que fez o contrato. Existe uma franquia de uma coisa chamada Agência Mandalla, tem no Rio Grande do Norte e no Ceará e foi criada na Paraíba. Mas, o pai do secretário não tem nenhuma relação. São projetos completamente distintos. Tanto é que o projeto específico é de criação de camarão gigante vindo da Malásia. Isso foi uma mentira, uma deturpação. Desespero gera desespero e por trás disso está uma reação surda e evidente da sociedade", disse o gestor.
 
Ainda segundo Ricardo, o assunto ainda não foi levado ao horário eleitoral por sua coligação porque foi ajuizado um pedido de direito de resposta no guia do PSDB.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.