Gominho não acredita que Governo possa dar aumento a delegados este ano

O secretário de Segurança do Estado, Gustavo Gominho, em mais um momento de desconcertante sinceridade, declarou que não acredita que o Governo do Estado possa oferecer um aumento salarial aos delegados de polícia, que aguardam até o dia 30 deste mês por uma proposta que faça cessar a greve, agendada para o dia 1º de outubro.

"Não ficou estabelecido que até o dia 30 de setembro o acordo teria que sair. O que ficou estabelecido é que até 30 de setembro, o governo iria dar uma contraproposta. Mas, eu disse que o Estado compromete hoje a folha em 61,85% e a lei só permite um comprometimento de até 57%. É muito difícil o Governo dar algum reajuste ainda em 2009. Eu não acredito em nenhum benefício ainda este ano. Pode até vir, mas eu não acredito", declarou ele.

Gominho participou ontem da assembelia dos delegados, realizada no auditório do Senac, em Campina Grande. Na oportunidade, foi selada uma trégua na mobilização até que o Governo oferecesse uma contraproposta salarial.

A entrevista do secretário foi concedida à Campina FM, cujo repórter quis saber se Gominho considerava justo fazer os delegados esperarem sete meses por uma oferta que não veio: "Eu não respondo a essa pergunta", disse o secretário.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.