Gleisi insinua que Anísio seria “linha auxiliar” de direita

A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, disse em nota nesta quinta-feira (8), que a candidatura do deputado estadual Anísio Maia a prefeito de João Pessoa é “linha auxiliar do governador e da direita em Joāo Pessoa”.

De acordo com Gleisi, o diretório municipal da legenda desrespeita uma decisão da direção nacional e “traz elemento estranho ao debate político interno (judiciário) e tem como foco atacar Ricardo Coutinho.”

Anísio Maia comentou a nota de Gleisi afirmando que a perseguição feita contra a candidatura dele gera mais revolta e indignação por parte do diretório municipal e dos militantes, impossibilitando qualquer diálogo. “Somos acostumados a enfrentar as dificuldades, crescemos na dificuldades. Eu já fui processado sete vezes pela ditadura militar porque lutava pela democracia no Brasil. Para mim essas coisas todas não representam nada”, destacou.

A briga entre a direção municipal e a nacional começou na noite de 16 de setembro, quando foi realizada a convenção do partido que escolheu Anísio Maia como candidato a prefeito em aliança com o PCdoB que indicou Percival Henrique candidato a vice-prefeito. Naquele mesmo dia, último prazo para as convenções partidárias, o ex-governador Ricardo Coutinho anunciou sua candidatura a prefeito e teve seu nome homologado pelo PSB, tendo recebido apoio da executiva nacional do PT que interveio anulando parcialmente a convenção petista em João Pessoa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.