Gilvan Freire diz que gestão de Arthur na Assembleia é temerária

O ex-deputado Gilvan Freire (sem partido) fez hoje à tarde na Rede Paraíba Sat duras críticas ao presidente da Assembleia Legislativa, Arthur Cunha Lima (PSDB), a quem atribuiu uma gestão "temerária" à frente da Casa de Epitácio Pessoa. Segundo Gilvan, que já exerceu a presidência da Assembleia, a conduta do tucano "segue a nefasta trilha do presidente do Senado, José Sarney".

"O presidente da Assembleia não presta contas nem à Casa. No ano passado, somente o gabinete dele gastou R$ 600 mil com passagens aéreas. Ele permite que alguns gabinetes recebam R$ 30 mil, enquanto outros têm à disposição mais de R$ 100 mil. Mas essa discussão é mantida numa caixa preta. Se isso for divulgado, vai gerar a insatisfação do baixo clero, que vai querer receber mais. A gestão de Arthur Cunha Lima é temerária. Ele segue a nefasta trilha do presidente do Senado, José Sarney. Tem muitas notas frias e eu posso provar porque tenho os documentos", declarou.

Gilvan participou de um debate político promovido às 13 horas, em um pool de emissoras, sobre os últimos fatos do legislativo estadual, dentre os quais o remanejamento de R$ 17 milhões para compensar o bloqueio da verba social.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.