George Coelho prepara equipe de transição e quer atrair mais filiados à Famup

Eleito no último dia 6 de dezembro para presidir a Federação dos Municípios da Paraíba, George Coelho (PSB) está preparando a equipe que fará a transição entre a gestão de Tota Guedes e a sua, cuja posse está programada para o dia 30 de janeiro. “Vou entregar um documento ao atual presidente para oficializar a transição para saber como funciona a federação, quais são os quadros e sabemos que há recursos porque os prefeitos pagam em dia, é descontado do ICMS. Quero implantar um novo portal e uma câmara jurídica. Quero que os prefeitos tenham vontade de ir à Famup”, disse George.

“Vai haver uma mudança no conceito da Famup. Ela será de todos os prefeitos e não de um grupo. Sou municipalista e a Paraíba é aguerrida”, acrescentou o gestor ao se referir à aprovação, por unanimidade, no Senado, de um reforço para o Fundo de Participação nos Municípios (FPM). A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 29/2017, do senador Raimundo Lira (PMDB), garante um ponto percentual a mais do repasse da União relativo à arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

“Esse foi um grito da Paraíba feito na Praça do Meio do Mundo e eu fiz parte desse movimento. Os prefeitos podem esperar essa força de vontade de fazer pelos municípios, que estão perdendo recursos da União. Não estamos pedindo favores, mas lutando pelo que é nosso”, argumentou George.

Atualmente, apesar dos 223 municípios, a Famup têm apenas 170 filiados. “Muito não participavam porque não havia contrapartida. Antes, os prefeitos provocavam a Famup. Agora, será a federação que vai provocar os gestores”, prometeu o presidente eleito.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.