Garis conquistam 9% de reajuste e terminam greve

A greve geral dos trabalhadores da limpeza urbana da Região Metropolitana de João Pessoa terminou na manhã desta quarta-feira (23). Os agentes de limpeza conquistaram reajustes de 9% no salário-base (R$ 568,50); 33% no vale-alimentação (R$ 133,00); o fim do banco de horas; café da manhã e jantar de qualidade (até então recebiam só café e pão com margarina); mais equipamentos de segurança e fardamento; abano penosidade de R$ 45 para aqueles que trabalharem em sete feriados pré-estabelecidos; auxílio funeral; entre outros pontos.

"A nossa categoria demonstrou, mais uma vez, uma grande disposição de luta e de unidade com o Sindicato. Bastaram apenas dois dias de greve para que os patrões saíssem da proposta de 6,86% para 9% nos salários. Fechamos um acordo de três pontos percetuais acima da inflação de 2010. Nenhuma outra categoria da Paraíba, e pouquíssimas no Brasil, alcançaram este índice", comemora Ulisses Alberto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Limpeza Urbana no Estado da Paraíba (Sindlimp). Os dois dias de paralisação também não serão descontados nos contracheques dos grevistas.

A negociação final com as empresas Marquise, Limp Fort e Ambiental Soluções (antiga Líder) se arrastou por mais de seis horas no dia de ontem, com mediação da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE). Já hoje pela manhã, o Sindlimp realizou assembleis nas portas das três empresas para repassar os pontos do Acordo Coletivo e confirmar a fim da greve. O clima geral foi de grande alegria por parte dos trabalhadores, satisfeitos com os resultados obtidos, em especial pelo fim do banco de horas, considerado por todos como o grande vilão dos agentes de limpeza.

"Além dos ganhos reais no salário-base e no vale-alimentação, conseguimos ainda pôr fim ao famigerado banco de horas, que era utilizado pelas empresas para não pagar aos seus funcionários as horas-extras trabalhadas. A categoria tinha um verdadeiro ódio dessa prática, e agora vai poder receber, em dinheiro, já na folha do mês trabalhado, todas as horas-extras. Isto vai representar também um grande salto no valor final da remuneração dos garis", finaliza Ulisses Alberto.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.