Funcionário da Emlur encontra granadas de efeito moral no lixo

Três granadas de efeito moral, de fabricação nacional, foram encontradas na tarde de ontem junto com resíduos sólidos deixados pela população na sede da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), localizada no Bairro dos Estados, para reciclagem. O Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar da Paraíba (Gate) foi acionado e constatou que as granadas não ofereciam risco, pois já haviam sido detonadas.

Ao separar o lixo, um dos funcionários que trabalhava na limpeza do galpão onde fica a oficina achou os artefatos e comunicou à superintendência, que, imediatamente, acionou o Gate para remoção das granadas. Os servidores não souberam informar a procedência das granadas porque a oficina sempre recebe material para ser reaproveitado. Esse material reciclável é usado pelos artesãos e artistas plásticos da Oficina de Arte da Autarquia na confecção de peças decorativas e de arte.

Enquanto aguardava a equipe do Gate, o superintendente da Emlur Coriolano Coutinho, determinou que os artefatos fossem colocados em uma área isolada. Quando os policiais chegaram, perceberam que as granadas já haviam sido detonadas e não ofereciam risco. Elas foram devidamente recolhidas e serão encaminhadas pela equipe do Gate para o 15º Batalhão da Polícia Militar. De acordo com o capitão Porfírio, que estava no comando da equipe, o tipo de granada encontrado é geralmente usado para controlar situações de tumulto e também em treinamentos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.