Fuba propõe anular cassação de vereadores perseguidos na ditadura

O verador Fuba (PT) protocolou o Projeto de Resolução que torna nula a cassação dos diplomas do vereador Antônio Augusto Arroxelas e dos suplentes José Gomes da Silva (Zé Moscou) e Leonardo Leal, realizadas por esta Casa por perseguição política durante o período da ditadura militar. A propositura faz parte das ações que se iniciam com a criação da Comissão da Verdade Municipal, em Projeto de Lei do vereador Fuba em 2013 e que deve ser instalada esse ano no município pelo prefeito Luciano Cartaxo.
 
O objetivo da Comissão Municipal da Verdade, em consonância com o trabalho da Comissões Nacional e Estadual, será o de identificar as perseguições políticas e violações aos direitos humanos cometidas no período da ditadura militar em nossa cidade.
 
O vereador Bruno Farias (PPS) se somou ao vereador Fuba e propôs uma Sessão Especial em memória do Golpe de 64 para que a Casa de Napoleão Laureano devolva o mandato do vereador Antônio Arroxelas e os diplomas dos suplentes José Gomes da Silva e Leonardo Leal. 
 
"Antes mesmo do AI 1 esta Casa cassou o mandato de um vereador, o Antônio Arroxelas e os diplomas de dois suplentes. Temos o dever de reconhecer que foi um ato antidemocrático e que deve ser repudiado por todos que defendem a democracia. Por isso, é preciso que a Casa de Napoleão Laureano aprove esse Projeto de Resolução tornando nulas essas cassações para que simbolicamente os mandatos sejam devolvidos", declarou Fuba. 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.