Fuba pede desfiliação do PSB e declara apoio ao PMDB de Maranhão

O suplente de deputado estadual Flávio Eduardo Maroja, Fuba (PSB) entregou na manhã de hoje uma carta de desfiliação ao Diretório Estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Logo após o ato de desfiliação Fuba declarou apoio à coligação Paraíba Unida, capitaneada por José Maranhão (PMDB).

O ex-parlamentar e também cantor e compositor afirma que, sua desfiliação foi motivada por perceber que na Paraíba a bandeira do Socialismo teria sido negada e a ideologia do partido estaria sendo negligenciada. “Não existem mais ideologias, e sim o poder, numa visão manipuladora, onde os fins justificariam os meios”.
Fuba foi vereador pelo Partido Popular Socialista (PPS), em 2004 e também se desfiliou do Partido, segundo ele, pelo mesmo motivo que o leva nesse instante a se desligar do PSB. “Fui obrigado a me desligar um ano depois de eleito pelo PPS como vereador. Não suportei a contradição ideológica e de incoerência que hoje vive o PSB”, declarou.

Para o ex-vereador, o PSB vem mostrando um descompasso no que se refere às posições assumidas nacionalmente pela legenda e não seguidas pela estadual. Fuba lembrou a aliança feita com o Partido dos Trabalhadores em nível nacional e, no entanto, no Estado a aliança foi rompida. “Infelizmente, na Paraíba o Partido optou pela aproximação de outras legendas não identificadas com os ideais socialistas”, disse.

“Essa atitude, como todos sabem, provocou a desfiliação de toda a bancada de deputados, tanto Estaduais como Federais, num ato talvez único no Brasil, por não aceitarem as posições sectárias e autoritárias de seus dirigentes”, enfatizou Fuba.

Ainda em um dos trechos da Carta de Desfiliação de Fuba, ele expõe sua indignação e dispara: “A história se repete deixando marcas irreparáveis e, por considerar que estamos vivendo em uma democracia, faço a minha opção pela coerência aos princípios que defendo e nos quais acredito, com a certeza de que a consciência nunca deixará perdão aqueles que traem a sua verdade”.

Em relação às instâncias partidárias, Fuba declarou que as reuniões só acontecem quando existe o interesse de alguns, centralizando e conduzindo as decisões numa demonstração equivocada e desrespeitosa com todos os seus filiados.

 Mesmo fazendo parte da bancada governista e dos quadros do partido durante sua atuação como parlamentar, Fuba disse ter sido surpreendido com a falta de diálogo e o descaso com mandato dele. Ele explicou que muitos dos seus projetos, mesmo aprovados, não foram sequer implantados como é o caso da Lei que obriga a inserir Alimentação Diferenciada para Crianças com Diabetes na Rede Municipal de Ensino e o Conselho Municipal de Cultura.

Fuba finaliza a carta ratificando que sai do PSB para continuar livremente expressando a sua inabalável convicção em dias melhores. “São estes os princípios defendidos no programa do partido, mas que na Paraíba estão sendo desrespeitados e jogados à margem, a julgar pela nova postura assumida pelos seus dirigentes e com a qual discordo inteiramente. Saio do PSB para continuar livremente expressando a minha inabalável convicção em dias melhores”.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.