Frei Anastácio participa de debate sobre reforma da Previdência na Câmara de Solânea

Uma Sessão Especial realizada hoje (29), na Câmara de Vereadores de Solânea, proposta pelo vereador Josenildo Costa (PT), que também é presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Município, lotou o plenário da casa, com pessoas preocupadas com o assunto.

A sessão teve participação do presidente da Câmara, Flávio Evaristo, representantes do Polo da Borborema, que reúne 14 Sindicatos, Fetag ( 214 sindicatos rurais), sindicatos de servidores públicos, professores, vereadores de várias cidades vizinhas, lideranças políticas, trabalhadores da cidade e assentados da Reforma Agrária.

O deputado federal Frei Anastácio disse que o momento é de resistência. “As pessoas preocupadas com a reforma, devem procurar os parlamentares nos quais votaram para pedir o voto contra essa medida que retira direitos da classe trabalhadora”, disse.

Todos os debatedores mostraram que a reforma só trará prejuízos para a classe trabalhadora. “Só em Solânea, a aposentadoria rural injeta quase R$ 77 milhões na economia local, por ano. Um valor muito superior ao Fundo de Participação do Município, que chega a um pouco mais de R$ 16 milhões. Se a reforma for aprovada, será muito difícil um agricultor se aposentar. Unir 20 anos de contribuição com 60 anos de idade é muito difícil no meio rural. Com isso, os municípios terão uma queda muito grande em sua economia”, disse.

O deputado também alertou sobre a Medida Provisória 871, que tramita na Câmara. “Essa MP 871 é para enterrar qualquer esperança do trabalhador rural conseguir benefício do INSS. É mais cruel do que a Reforma da Previdência. O governo Bolsonaro quer ferir de morte os direitos da classe trabalhadora, principalmente, os rurais e as mulheres são as mais atingidas”, destacou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.