Fórum Criminal reforça segurança para garantir integridade de magistrados

Um plano estratégico de segurança está sendo implementado em todas as dependências  Fórum Criminal  “Ministro Osvaldo Trigueiro de Albuquerque Melo”, na Capital. O objetivo é garantir segurança e tranquilidade a todos os magistrados, juízes, operadores do direito e servidores, além das dezenas de pessoas que diariamente aportam naquela unidade judiciária, segundo revelou na manhã desta sexta-feira feira (07) o diretor do Fórum, juiz Geraldo Emílio Porto.
 
O diretor do Fórum adiantou que o projeto vem recebendo atenção especial de todos os membros da Comissão de Segurança  do Poder Judiciário estadual, especialmente do presidente da Comissão, desembargador Joás de Brito Pereira Filho. “Nós pensamos em oferecer um reforço policial que desse total segurança e garantisse a integridade física daqueles que procuram a justiça”, ressaltou o diretor  Geraldo Emílio Porto.
 
O plano de segurança faz parte das ações dos cem dias de administração da Presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti. 
 
Com o Plano, o  Fórum Criminal da Capital  passa a funcionar com  reforço a mais em sua segurança e com policiamento ostensivo em todos os andares, mais a identificação de pessoas na entrada principal. Para coordenar esse trabalho, o TJ convocou o Comando Geral da Polícia Militar, que enviou um sub-tenente e dois policiais militares para orientar a equipe. “O trabalho foi realinhada no sentido de reforçar e garantir segurança em diversos pontos estratégicos do Fórum”, afirmou o diretor.
 
O diretor Geraldo Emílio Porto Ainda que outra medida considerada urgente para o bom funcionamento do local foi tomada e diz respeito a aquisição e recolocação de 6 dos 12 compressores que estão quebrados. “Além disso, já foi autorizado também a compra de  um gerador para funcionar na falta de energia,  evitando os apagões”, acrescentou

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.