Folha destaca assistência contra Covid-19 em UBS de João Pessoa, concorrente de prêmio internacional

A Folha de São Paulo destacou o trabalho de assistência contra a Covid-19 da UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro do Grotão, em João Pessoa. Em reportagem publicada nessa sexta-feira (23), a Folha mostra que a ação do posto de saúde local disputa o prêmio internacional de iniciativas eficientes contra o coronavírus da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), setor da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O jornal mostra que 12 profissionais foram afastados do trabalho por causa da infecção ou por integrarem o grupo de risco da Covid-19 e que os desafios foram muitos no atendimento na pandemia, por causa de tiroteios e operações policiais que provocaram o fechamento da UBS e por causa da insistência de pessoas sem sintomas graves que reivindicavam assistência quando a unidade atendia apenas os casos mais graves.

A Folha destacou, também, o engajamento dos profissionais que ficaram no trabalho duro durante a quarentena. A reportagem mostrou o esforço de agentes para manter as visitas às casas durante o isolamento. Houve relato de recusa das famílias em receber os profissionais por causa da transmissão do vírus. Após a UBS conseguir máscaras para a população, os atendimentos puderam ser retomados com a confiança do público.

As visitas ajudaram a estabelecer o monitoramento dos casos. Através de aplicativos as pessoas informavam se estavam melhorando, se tinham alteração no estado de saúde, ou se sentiam piora, em uma classificação numérica de 1 a 3. Quem informava nível 3, de evolução da Covid-19, recebia ligação dos médicos da UBS.

A Folha mostrou que no bairro do Grotão foram registrados 171 casos de Covid-19 e oito mortes pela infecção, diante dos 971 óbitos na Capital e total de 31.826 casos confirmados.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.