Federação de Trabalhadores avalia amanhã reajuste dado pelo Governo

A Federação dos Trabalhadores em Serviços Públicos no Estado da Paraíba (Fetasp-PB) se reúne  nesta quarta-feira, às 10h, na sede da entidade, em João Pessoa, seu Conselho Pleno Estadual para discutir o reajuste salarial dos servidores públicos anunciado pelo governador Ricardo Coutinho, na tarde desta segunda-feira (27). “Um reajuste, em tese, a revelia da organização sindical de um modo geral”, disse o presidente da Fetasp, Fernando Antônio Borges de Sousa.
 
Segundo Borges o reajuste anunciado pelo governo gerou uma frustação nas entidades que trabalharam com a perspectiva de discutir propostas apresentadas através da Fetasp-PB, visando reajuste salarial a ser negociado com o governo do estado e que, sequer foram chamadas para mesa de negociação mesmo independente do seu resultado. “Isso constituiu desrespeito e afronta a organização sindical, além de um enfraquecimento desastroso no âmbito da confiança institucional que se supunha alicerçar as bases das instituições democráticas envolvidas”, afirmou o presidente da Fetasp-PB.
 
O presidente da Fetasp-PB disse compreender e respeitar as associações que se dispuseram a conversar com o governador. Para ele, isso aglutina e fortalece quando todos estão juntos em busca do mesmo propósito, mas a legitimidade perante a lei e o Ministério do Trabalho e Emprego não se discute. “Quem pode negociar reajuste salarial em mesa de negociação, inquestionavelmente é o sindicato ou a Federação em se tratando de base dos servidores estaduais. Essa representação na Paraíba, a Fetasp/PB tem e colocou à disposição do governo, pois ela foi constituída para representar os interesses dos 23 sindicatos a ela filiados”, disse o dirigente.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.