Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

FAP é obrigada a reativar atendimento pelo SUS em Campina Grande

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), está obrigado a reativar de imediato a prestação dos serviços médicos-hospitalares à população de Campina Grande e região pelo Sistema Único de Saúde (SUS), notadamente os procedimentos cirúrgicos obstétricos e oncológicos, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 10 mil, a serem destinados ao Fundo dos Direitos Difusos, presidido pelo Ministério Público estadual.

Esta determinação é da juíza de Direito Ritaura Rodrigues Santana, da 1ª Vara Cível de Campina Grande, através de medida Liminar requerida pela promotora de Justiça da Saúde, Adriana Amorim de Lacerda, depois de tentar uma solução para a questão por meio de um Procedimento Administrativo no âmbito do próprio Ministério Público.

Ao desativar os atendimentos a pacientes do SUS, a direção do Hospital da FAP alegou que a instituição não teria condições de renovar o contrato com a Cooperativa de Anestesistas de Campina Grande (COCAN), uma vez que a tabela apresentada por ela para pagamento desses profissionais estaria muito além dos valores pagos pelo Sistema Único de Saúde.

Ao ingressar na Justiça com a ação cautelar para cumprimento contratual, pois a FAP não rescindiu o contrato com o SUS, a promotora Adriana Amorim de Lacerda destacou que aquela instituição conta, também, com recursos provenientes de convênios particulares, de emendas parlamentares e de doações espontâneas vindas da própria comunidade, através do serviço de telemarketing.

Em seu despacho pela concessão da Liminar, a juíza Ritaura Rodrigues Santana assinala que “não estamos tratando de coisas, mas de vida, que pode ser irreversível”. Ela frisa, também, que o Hospital da FAP jamais poderia suspender o atendimento sem, no entanto, dissolver o convênio firmado com o Sistema Único de Saúde.
 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

Jucélio Dantas é acusado de assassinar kaliane Medeiros

‘Caso Kaliane’: Acusado será julgado hoje pela morte da ex-companheira

Raios em JP

Paraíba tem aumento de mais de 40% na quantidade de raios no primeiro trimestre de 2024

Polícia Civil, homicídios 1

Pai que matou filho ao defender a mãe continua foragido

Sérgio Queiroz 2 22

Queiroz aceita ser vice de Queiroga: “Quem quiser ser grande, seja servo “

Arlenilson Pereira

Suspeito de 4 assassinatos e outros crimes, homicida mais procurado em Campina é preso em SC

CMJP 30

Câmara terá semana com entrega de títulos e debate sobre empreendedorismo feminino

São João de Campina Grande

Empreender PB abre vagas para comerciantes que irão atuar nos festejos juninos de Campina Grande

Acidente na Epitácio Pessoa

Motociclista morre em acidente na Avenida Epitácio Pessoa

Atendente de lanchonete, freepik

Sine-JP oferta 297 vagas de trabalho em diversas áreas a partir desta segunda

agassizalmeida

Morre em João Pessoa ex-deputado constituinte e jurista Agassiz Almeida