Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Exploração sexual infantil e ressocialização de presos são tratados em Pocinhos

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Fórum da comarca de Pocinhos de 1ª Entrância viveu nos últimos dias, uma verdadeira transformação em sua estrutura física. O que antes era sala de audiências, Tribunal do Júri, Sala da Defensoria, Sala dos Oficiais de Justiça, Distribuição e Secretaria, foram todos adaptados para consultório médico, odontológico, consultório de psicologia, atendimento de assistente social, posto de coleta de sangue e até mesmo uma sala de cinema.

Conforme o juiz 2º Juizado Especial Cível de Campina Grande, Antônio Carneiro de Paiva Júnior, idealizador das iniciativas, a mudança visou uma alteração mais profunda da sociedade organizada, focando as atenções ao combate à exploração sexual de crianças e adolescentes e o tratamento dispensado aos apenados.

“Por um lado, um filme acerca da exploração sexual infanto-juvenil foi exibido no Tribunal do Júri para agentes de saúde, conselheiros tutelares, professores, agentes da pastoral da criança e alunos da rede pública. Seguida de uma debate entre os presentes, a exibição comoveu a todos pela dramaticidade das cenas e pela correlação com a lamentável realidade que vivemos”, comentou o magistrado.

Ele disse, ainda, que a população carcerária foi trazida ao Fórum local, onde uma série de ações de cidadania foi desenvolvida com o intuito de demonstrar um olhar mais humanizado e mais digno para com aqueles que se encontram privados da liberdade.

Antônio Carneiro destacou que houve um esforço concentrado de advogados voluntários, o que possibilitou o exame, o encaminhamento de pedidos e a concessão de diversos benefícios aos reeducandos, além da assistência médica, odontológica, assistência social e psicologia, com o corte de cabelos e acoleta de sangue para exames para todos os detentos”, destacou o juiz.

“Tivemos a oportunidade de trazer à reflexão o drama da exploração sexual dos nossos infantes e em outro assistimos de uma forma respeitosa e digna a população carcerária, onde todos os processos de réus presos foram examinados”, revelou Antônio Carneiro. As ações de cidadania desenvolvidas no ambiente forense contribuíram, segundo o magistrado, com o processo de aproximação do Judiciário com o cidadão comum, melhorando a imagem da Justiça local e demonstrando a imensa responsabilidade da prestação jurisdicional.
 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

ataque gaza 140724 FOTO PCRS org humanitaria

Após novo ataque à Gaza, Lula diz que Israel segue sabotando processo de paz

Três homens são presos suspeitos de tráfico de drogas em Guarabira

Três homens são presos suspeitos de tráfico de drogas em Guarabira

entregador FOTO Pixabay

Sine-PB oferta 533 vagas de emprego em 10 municípios paraibanos

onibus acidente sobrado br-230_

Ônibus que seguia para Vila Sítio São João tomba na BR-230, em Café do Vento

João Azevêdo entrega Casa da Cidadania do bairro do Bessa, em João Pessoa

João Azevêdo entrega Casa da Cidadania do bairro do Bessa, em João Pessoa

presidente lula FOTO fabio rodrigues pozzebom agencia brasil

Presidente Lula repudia atentado contra Donald Trump

mega sena FOTO rafael neddermeyer agencia brasil

Mega-Sena premia 28 apostas da Paraíba

Nilvan discute prioridades para os jovens de Santa Rita durante plenária

Nilvan discute prioridades para os jovens de Santa Rita durante plenária

mulher FOTO Pixabay

Homem é preso suspeito de agredir e ameaçar esposa com arma em Brejo do Cruz

meteoro

Queda de meteoro ilumina céu do Nordeste