Exoneração de tesoureiro do PSD abre “guerra” entre Bruno e Eva

Um dia depois do anúncio de apoio de Romero Rodrigues (PSD) à pré-candidatura de Pedro Cunha Lima (PSDB) ao Governo da Paraíba, o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD) fez publicar no último sábado, 28, a exoneração de João Paulo Spencer Freire do cargo de Assessor Técnico do Gabinete do Prefeito. João é tesoureiro do PSD da Paraíba e é considerado o braço direito de Eva Gouveia, secretária executiva da Articulação Política do Governo. O desligamento dele provocou revolta na vereadora licenciada que chegou a classificar o prefeito como “coronel”.

“Bruno exonerou o tesoureiro do partido, o administrador da legenda. Ele rompeu com o próprio partido e se ele rompe com o PSD, naturalmente rompe comigo. A vida é feita de escolhas e ele fez a dele. Estou rompida politicamente com Bruno”, afirmou. Eva teria acrescentado que a porta da rua seria serventia da casa.

Nesta segunda-feira, 31, Bruno comentou o assunto. “Se ela decidiu fazer parte do Governo, embora eu discorde totalmente, ela e os aliados dela, que fazem parte da gestão, é que deveriam ter tomado a iniciativa de pedir pra sair e eu não precisar exonerar. Ou será que se poderia imaginar que dá pra acender uma vela pra Deus e outra pro diabo?”, questionou.

Diante da crise entre Bruno e Eva, a próxima mexida no tabuleiro pode ser a saída de Robson Ramos Gouveia, filho da secretária que ocupa o cargo de Chefe de Divisão de Apoio Administrativo na Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP).

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.