Ex-secretária Livânia Farias vira ré na Operação Calvário

A ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias e outras cinco pessoas se tornaram réus no processo envolvendo a Operação Calvário. É a que a juíza Andréa Gonçalves Lopes Lins, da 5ª Vara Criminal de João Pessoa, acatou a denúncia feita pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Além de Livânia, viraram réus Elvis Rodrigues Farias, Leandro Nunes Azevedo, Daniel Gomes da Silva, Michelle Louzada Cardoso e Maria Aparecida de Oliveira.

Entre os crimes dos quais são acusados estão organização criminosa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, entre outros.

Dos seis, apenas três estão presos: Livânia Farias, Daniel Gomes e Michelle Louzada.

A ex-secretária de Administração foi presa no dia 16 de março, em João Pessoa, quando retornava de Belo Horizonte. Ela é acusada pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba, de recebimento de propinas pagas pela Cruz Vermelha Brasileira, filial do Rio Grande do Sul, entre outros crimes.

O esquema foi revelado pelo ex-assessor da Secretaria de Administração, Leandro Nunes Azevedo, preso na segunda fase da operação Calvário.

Ex-secretária Livânia Farias vira ré na Operação Calvário

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.