Ex-prefeito de Cabedelo tem direitos políticos suspensos

O ex-prefeito de Cabedelo Edésio Resende Pereira Filho foi condenado pela Justiça por improbidade administrativa e teve seus direitos políticos suspensos por seis anos. A decisão foi tomada pelo juiz da 3ª Vara de Cabedelo, Falkandre de Sousa Queiroz, e baseada em ação proposta pelo Ministério Público da Paraíba.

Segundo o promotor Valério Bronzeado, a ação foi ingressada pela Promotoria de Cabedelo com base em decisão do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba que desaprovou as contas do então prefeito Edésio Resende Filho  relativas ao exercício de 1999. A auditoria do TCE constatou despesas ilegítimas no valor R$ 229.854,98 referentes a restaurantes, serviços fotográficos, passaportes, publicidade, sonorização, passagens aéreas e outros pagamentos irregulares.

O promotor informou ainda que o ex-prefeito foi condenado a ressarcir integralmente o dano. A decisão não cabe mais recurso.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.