Ex-prefeito acusa Carlos Rafael de locar carro a prefeitura por 7 mil mensais

O médico e ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antonio (DEM), abriu o verbo na manhã deste sábado (02) e acusou o atual prefeito da cidade, o jovem Carlos Rafael (PTB), de contribuir com o que ele chamou de caos administrativo.

 
O ex-gestor não perdeu a oportunidade de alfinetar Rafael e afirmou que, se Cajazeiras está ingovernável como confessou o atual prefeito, teve participação direta do chefe do executivo, pois, quando era vice-prefeito morava na cidade de João Pessoa e mantinha uma caminhonete lotada a prefeitura no valor de R$ 7 mil por mês.
 
“Enquanto ele estava sendo beneficiado não reclamava de nada”, disparou o médico.
 
Ele criticou também a ação de Rafael em limitar a atuação dos secretários municipais e saiu em defesa da secretária de saúde, Luciana Abreu. “O prefeito tem que dar autonomia a doutora Luciana, para que ela resolva os problemas da saúde”, disse o ex-prefeito.
 
Carlos Antonio afirmou que Luciana está sem autonomia sequer para mandar consertar uma cadeira de dentista, que eventualmente apresente defeito.
 
Trabalho
 
Apesar de todas as críticas, o ex-gestor disse que aceitaria o convite de Carlos Rafael, feito em uma emissora de rádio da cidade, para trabalhar no PSF (Programa de Saúde da Família), de Cajazeiras, mas com uma condição: “Preciso ter a certeza que vou receber pelos meus serviços”, frisou Carlos Antonio.
 
 
 
Diário do Sertão
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.