Ex-companheiro confessa assassinato e diz que se incomodou porque mulher estava “ao lado de outro”

As polícias Civil e Militar, com apoio da Polícia Penal, prenderam na manhã desse sábado, 18 de setembro, o homem apontado como autor do feminicídio contra Fernanda Justino de Brito, 24 anos, crime cometido a golpes de faca no sítio Juremas, zona rural de São João do Cariri. Ele confessou o delito.

De acordo com o delegado Leonardo Pinho, o suspeito confesso disse que havia encerrado o relacionamento com Fernanda há poucos dias e ficou incomodado ao vê-la na companhia de outro homem, em uma festa.

“Então, ele foi apara a residência onde o casal morava e ficou à espera de Fernanda. Quando ela chegou, o suspeito desferiu vários golpes de faca, assassinando a ex-companheira”, relatou o delegado.

Depois do crime, o homem preso cobriu o corpo da vítima com um lençol e levou o cadáver até uma cacimba no leito do Rio Jurema. Ele ainda queimou os objetos utilizados para ocultar o corpo e se desfez da faca usada no assassinato.

“Ele foi preso e autuado em flagrante por feminicídio e ocultação de cadáver. Inclusive, ele já respondeu por outro feminicídio na cidade de Cabaceiras”, acrescentou Leonardo.

O suspeito foi encaminhado à cadeia pública de São João do Cariri.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.