Eunício de Oliveira nega envolvimento com fraude na Petrobrás

Em nota à imprensa, publicada neste domingo (10) em seu site oficial, o senador Eunício de Oliveira (PMDB-CE) informou que está afastado da gestão de suas empresas desde o ano de 1998. A declaração do senador foi dada em resposta à matéria publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, no último sábado (9). Segundo o jornal, uma das empresas do senador, a Manchester Serviços Ltda., teria cometido irregularidades em uma licitação da Petrobras.

"Não acompanho e não interfiro em quaisquer decisões administrativas, contratuais ou disputa comercial em que as empresas das quais sou acionista participem", informa o senador no comunicado.

No caso específico da Manchester, Eunício de Oliveira afirma que desconhece "os personagens das empresas concorrentes citadas na matéria". O senador ainda desafia a apresentarem prova de sua interferência em concorrências públicas.

O parlamentar diz, ainda, que as acusações são "infundadas e inverídicas" e que vai buscar na Justiça a reparação dos danos causados à sua imagem.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.