Estado promete aumentar policiamento em Bayeux e Santa Rita

Como forma de aumentar o combate à violência urbana, a partir do próximo dia 5 de dezembro, o governo do estado vai aumentar o número de viaturas (tanto para a Polícia Civil quanto para a Polícia Militar) e do efetivo de policiais militares nas cidades de Bayeux e Santa Rita, localizadas na Região Metropolitana de João Pessoa e que são atendidas pelo 3º Batalhão da Polícia Militar do Estado da Paraíba. Essas providências atendem a uma reivindicação encaminhada pelos vereadores do Parlamento Comum da Região Metropolitana de João Pessoa (Parlacrem-JP), presidido pelo vereador pessoense Tavinho Santos (PTB).
 
O anúncio foi feito no final da tarde dessa terça-feira (10) pelo secretário da Segurança e Defesa Social do estado, Gustavo Gominho, durante uma audiência pública solicitada pelo Conselho Executivo do Parlacrem e vereadores de Bayeux, encabeçados pelos parlamentares Mizael Martinho (DEM) – o Fofinho, presidente da Casa – e Célia Domiciano (DEM).
 
Gominho adiantou que nova turma de policiais está para se formar e o contingente poderá ser aumentado nas duas cidades. Quanto aos veículos, ele informou que a administração estadual estará recebendo nos próximos dias novas viaturas policiais.
 
Outra reivindicação do Parlacrem que deverá ser atendida pelo governo do estado será a instalação de uma Delegacia da Mulher na cidade de Bayeux. O secretário Gominho se comprometeu a atender a reivindicação, levando o pleito ao próprio governador José Maranhão (PMDB).
 
A audiência teve início às 16h, no plenário da Câmara Municipal de Bayeux (Casa Severaque Almeida), e contou com a presença de vários vereadores e do prefeito Jota Júnior (PMDB), além do secretário Gustavo Gominho. “A audiência foi bastante produtiva e já conseguimos o atendimento a algumas de nossas reivindicações e sugestões”, comemora o vereador Tavinho Santos.
 
Sugestões
 
Além da Delegacia da Mulher, do aumento do efetivo e de mais viaturas policiais para as cidades de Santa Rita e Bayeux, em seu discurso Tavinho sugeriu aos órgãos de segurança do estado uma política pública voltada à educação, esporte e lazer, como forma de enfrentamento à violência; o fortalecimento e apoio às Guardas Municipais; aparelhamento da PM; mais delegados (lembrando que dos 400 delegados do último concurso, só 127 permanecem nos cargos); e empenho do governo do estado para uma solução à greve dos policiais civis, que já ultrapassa os 20 dias.
 
“E temos que enfatizar que 90% dos 57 homicídios registrados somente este ano na cidade de Bayeux estão de uma forma ou de outra ligados ao consumo e tráfico de drogas”, ressaltou Tavinho ao final do seu discurso, para exemplificar a escalada da violência na Região Metropolitana da Capital.
 
Logo após a sua criação e instalação, a primeira sessão ordinária do Parlamento Comum da Região Metropolitana de João Pessoa aconteceu no início do mês de agosto deste ano, no Auditório da Federação do Comércio de Bens e Serviços do Estado da Paraíba (Fecomercio), tendo como tema a segurança pública. Há duas semanas, a direção do Parlacrem voltou a se reunir com o secretário Gustavo Gominho em audiência na própria Secretaria da Segurança e Defesa Social.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.