Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Escola Municipal atinge a maior nota da Paraíba na Prova Brasil

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

João pessoa continua avançando em educação, segundo dados divulgados pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). A Escola Municipal José Novaes, localizada no Bairro dos Novaes, é uma prova de que o ensino nas escolas públicas da Capital está melhor. A escola alcançou o maior índice do Estado na Prova Brasil de 2009: 6.0, nota obtida pelos alunos do quinto ano. Em todo o Brasil, apenas 5,7% das escolas públicas do ensino fundamental alcançaram 6,0 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), índice que avalia o ensino básico no país. 

A nota é vista como sinônimo de qualidade, uma vez que seis é a média registrada em países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e foi adotada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) como objetivo para ser alcançado no País até 2021. Outra escola, a Escola Municipal Aruanda, nos Bancários, também obteve nota alta no Ideb, ficando com 5,8. Em 2009 a Prefeitura Municipal de João Pessoa superou a média prevista de 3,3 pontos, atingindo a média para 2013, que seria 4,0 pontos. No Fundamental I, das 88 escolas avaliadas, 81 melhoraram o Ideb. Já no Fundamental II, das 68 escolas avaliadas, 56 avançaram.

Fernando Guimarães de Menezes, diretor adjunto da Escola Municipal José Novaes, atribui o ótimo desempenho dos alunos na Prova Brasil aos investimentos na área educacional feitos pela governo municipal, através da Secretaria de Educação. Ele destaca a adoção de vários projetos pedagógicos que adotados pela escola, como o Ciranda Curricular, onde os alunos participam de cursos de capacitação realizados aos sábados. 

“No Ciranda Curricular os alunos têm cursos de informática, artesanato e ginástica, além de outros projetos importantes, como o projeto Leitura Compartilhada, de Cordel e o Ano Cultural. Há também o comprometimento da família dos alunos, dos funcionários e de toda a direção da escola, todos juntos no objetivo de melhorar cada vez mais o ensino”, declarou Fernando Guimarães.

Para a secretária de Educação, Ariane Sá, houve um salto qualitativo na educação do Município, “o que demonstra que o trabalho desenvolvido pela Prefeitura de João Pessoa tem obtido uma resposta positiva aos investimentos pedagógicos e estruturais no setor”.

No país – O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do país cresceu em todas as etapas de ensino entre 2007 e 2009. No ensino fundamental, o indicador superou as metas propostas para o período e alcançou as de 2011. Nos anos iniciais do ensino fundamental, o Ideb subiu para 4,6 em 2009. A nota proposta para o período era 4,2 – índice já registrado na aferição de 2007. Nos anos finais, o indicador foi para 4,0 pontos, superando a meta de 3,7 para o ano. O mesmo ocorreu no ensino médio, que obteve índice de 3,6. O objetivo era registrar pelo menos 3,5 nessa etapa de ensino no período.

O Ideb foi criado em 2005, como parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O índice utiliza escala de zero a dez pontos e é medido a cada dois anos. O objetivo é que o país, a partir do alcance das metas municipais e estaduais, chegue à nota seis em 2021 – correspondente à qualidade do ensino em países desenvolvidos.
 
No indicador estão reunidos dois conceitos fundamentais para a qualidade da educação: o fluxo escolar (taxas de aprovação, reprovação e evasão obtidas no censo da educação básica) e as médias de desempenho nas avaliações Prova Brasil e Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).
 
A Prova Brasil é um teste de leitura e matemática para turmas de quarta e oitava séries (ou quinto e nono anos) do ensino fundamental. Os alunos do ensino médio fazem o Saeb, avaliação por amostra, que também avalia habilidades em língua portuguesa e matemática. No ano passado, as avaliações foram aplicadas a 2,5 milhões de alunos da quarta série (quinto ano), 2 milhões da oitava série (nono ano) e 56 mil do ensino médio. 

Os dados divulgados na quinta-feira (1º ) mostram que o desempenho dos estudantes nas avaliações foi o que mais pesou na composição do Ideb de 2009. Nos anos iniciais, por exemplo, foi responsável por 71% da composição da nota. Já no ensino médio, embora o desempenho tenha sido responsável pela maior parte da nota, a taxa de rendimento subiu em relação a 2007; teve 42% de importância no índice, comparado aos 29% da medição anterior.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

X rede social

Diretor jurídico que representava X no Brasil renuncia ao cargo

alcool FOTO juca varella agencia brasil

Agevisa restringe venda livre de álcool a 70% na Paraíba a partir de 30 de abril

livros FOTO Pixabay

FLIDI: Festa Literária de Dona Inês celebra literatura e educação no clima frio da serra paraibana

vacina seringa FOTO Pixabay

Paraíba tem Dia D de vacinação contra influenza e multivacinação

viatura pcpb FOTO Ascom PCPB_

Travesti é assassinada no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa

mega sena agencia brasil

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado em R$ 56 milhões

luis roberto barroso FOTO valter campanato agencia brasil

Regulação da Inteligência Artificial precisa proteger direitos fundamentais, diz presidente do STF

_viatura pcpb FOTO Ascom PCPB

Policial civil é preso suspeito de matar homem em bar, em Patos

Cidade Viva promove workshop com exposição das ações sociais neste sábado

Cidade Viva promove workshop com exposição das ações sociais neste sábado

sergioqueiroz

Sérgio Queiroz deve anunciar candidatura própria a prefeito de João Pessoa ainda hoje