Escola em JP apresenta case de gestão com crescimento sustentável na Embaixada de Negócios

O que um colégio da rede privada pode contribuir, na prática, com lições de empreendedorismo para empresários nas mais variadas áreas e que buscam “Boas práticas em gestão que geram crescimento sustentável”? Este será o tema do mês de abril do Fortalecimento Empresarial (FE), evento promovido pela Embaixada de Negócios, uma associação de empresários cristãos da Paraíba. O case de sucesso será ministrado pelo empreendedor e diretor pedagógico do colégio e curso Interactivo, Rodrigo Vasconcelos, um dos três sócios da empresa do segmento educacional.

A palestra, com perguntas e bate papo ao final, está agendada para a próxima segunda-feira (29), às 19h, no Empresarial Massai, em João Pessoa. A inscrição é gratuita, mas as vagas são limitadas.

Segundo o presidente da Embaixada de Negócios da Paraíba e CEO da PJI Consulting, Paulo Junior, a importância dos encontros de Fortalecimento Empresarial (FE), além do conteúdo relevante dos cases apresentados, como é o caso também do colégio Interactivo, bem como a da construtora Massai do último mês, é de levar aos empreendedores também a oportunidade de conversarem, trocarem ideias e intensificarem o seu networking e, assim, criar novos pontes de relacionamentos com a possibilidade de novos negócios.

“Esses encontros mensais, que são direcionados para aqueles que ainda não conhecem os propósitos, objetivos e valores da Embaixada de Negócios, geralmente levam discussões para além daquela noite, por isso são sempre oportunos. O cerne desses eventos de negócios está sempre à luz da ética cristã, que é bastante focada nos encontros do FE (Fortalecimento Empresarial). A cada encontro, temos uma mensagem inspiradora e de esperança, com base na Palavra de Deus, para ajudar o empreendedor a se erguer e outros a continuarem investindo em suas empresas. O colégio Interactivo vai nos brindar neste mês com mais uma apresentação imperdível,” destacou.

Lições e princípios para todos empreendedores – À primeira vista, o case do Colégio Interactivo poderia interessar apenas aos empresários do segmento educacional, mas a história de superação, dos princípios adotados no crescimento sustentável e do foco em gestão de alto padrão traz lições universais para os empreendedores em suas mais variadas áreas.

O diretor pedagógico do colégio e curso Interactivo, Rodrigo Vasconcelos, sintetizou em um tripé o sucesso da escola: crescimento com pé no chão com risco calculado; busca incessante na qualidade dos processos com constante reinvestimento; além de muita fé em Deus.

Virada de mesa em 2002

Os três sócios, que são irmãos, apostaram numa combinação irretocável: projeto pedagógico dinâmico, inovador e mensalidade com preço justo. Os números do crescimento exponencial do Interactivo, que chega a maioridade neste ano de 2019, são frutos de ousadia e da veia empreendedora dos gestores, cada um com o seu papel bem definido na escola. A virada de mesa aconteceu em 2002. Para anunciar um cursinho pré-vestibular com preços populares na mídia, os diretores não titubearam e venderam a única máquina de fotocópias para investir em divulgação. O projeto emplacou. O colégio, que tinha apenas 110 alunos matriculados em 2001, ganhou 400 novos estudantes em uma semana só no cursinho. O faturamento do cursinho serviu para consolidar o colégio e assim gerar sustentabilidade nas duas modalidades de ensino.

Nos 18 anos de existência, as escolhas assertivas da gestão mostraram resultados. O Interactivo multiplicou por 18 vezes o número de alunos (de 110 para 2,1 mil alunos), abriu duas novas unidades, além do Centro, nos bairros do Cristo e do Bessa/Intermares, sem falar na geração de postos de trabalho: o número de colaboradores subiu quase dez vezes (de 35 para 310 colaboradores). Um dos focos centrais da gestão era crescer de forma sustentável, mas sem perder a qualidade de ensino.

“O foco de entregar conteúdo pedagógico e infraestrutura acima da mensalidade era uma busca contínua”, revelou Rodrigo, acrescentando que em 2018 o colégio redefiniu o seu plano estratégico junto com os colaboradores para novos voos.

Além da virada mesa em 2002, outro ano marcante do colégio foi 2011. “Naquele ano, fizemos uma mudança radical na gestão. Precisávamos ter um modelo pedagógico unificado e padronizado para administrar as três unidades. Criamos um manual de procedimentos (cartilha) para nortear todas as ações dos colaboradores, adotando também um Sistema de Ensino Unificado. Na verdade, desenvolvemos um modelo de negócio ao estilo de uma franquia, com todas as rotinas diárias bem definidas para cada um dos setores”, explicou Rodrigo, citando que os resultados foram expressivos, após a implantação do novo modelo, que teve ajuda de consultorias.

Além de 22 projetos pedagógicos criados para melhorar a qualidade de ensino, usando a tecnologia e a comunicação como ferramentas de práticas pedagógicas, as premiações vieram como consequência do trabalho da gestão. O ‘Prêmio Top Of Mind’ entre as três escolas mais lembradas em João Pessoa; o Prêmio Nacional de Qualidade pelo Latin América Quality Institute; e, mais recentemente, o colégio foi convidado para apresentar em São Paulo o seu case de sucesso no Encontro Nacional de Diretores de Escola são algumas das premiações.

Cristão convicto, Rodrigo Vasconcelos esclarece que o Interactivo não é uma escola confessional, mas o cristianismo é um dos valores centrais, além da ética, lealdade e compromisso. “Acreditamos também que uma escola de qualidade se faz por meio da parceria com a família, dinamismo e inovação contínua. Com essas virtudes e valores temos certeza de que alcançaremos os nossos sonhos enquanto escola”, finalizou Rodrigo, que espera os empreendedores na palestra para conhecerem com mais detalhes os princípios que nortearam a trajetória de sucesso do colégio.

O que é Embaixada de Negócios

A Embaixada de Negócios da Paraíba é uma Associação Empresarial de Cristãos, que foi lançada oficialmente em novembro de 2018. Ela tem como propósito gerar ajuda mútua entre empresários, promoção de educação executiva, estímulo a novos negócios como forma de facilitar a propagação da cultura de paz e da ética cristã nos negócios. Mais informações estão disponíveis no site da Embaixada de Negócios.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.