Erro em comprovante de inscrição faz estudantes perderem o Enade

Estudantes que fazem o Enade (Exame Nacional do Desempenho dos Estudantes) neste domingo (21) disseram que o endereço de prova que consta nos cartões de inscrição enviados pelo MEC (Ministério da Educação) não bate com as informações oferecidas para consulta no próprio site da instituição, na internet.

Luna Rojas Barros de Souza, aluna do segundo ano do curso de farmácia da universidade Mackenzie, na região central de São Paulo, afirmou ao R7 que seu cartão de prova informava que faria o exame no Brás, na zona leste. Entretanto, quando o Inep (órgão ligado Ministério da Educação que organiza o Enade) lançou os locais de prova para consulta na web, ela verificou que estava inscrita para fazer o exame na sua própria universidade.

Quando chegou ao Mackenzie, hoje, Luna não encontrou seu nome na lista de inscritos. Ela disse que soube na própria faculdade que o ministério iria enviar uma nova carta com a confirmação definitiva do local. Entretanto, a estudante de farmácia não recebeu a segunda correspondência e foi enviada para local de prova errado.

– Soube que várias pessoas estavam na mesma situação que eu, na minha sala de aula. Disseram para nós que iria chegar outra carta do Inep, confirmando de vez onde iríamos fazer o Enade. Teve gente que recebeu, mas eu não.

O Inep afirma que a responsabilidade pela divulgação do local de prova é da Cesgranrio, empresa contratada para a aplicação do Enade. Segundo o órgão, três escolas que serviriam de local de prova em São Paulo foram trocadas depois que os cartões foram enviados, por problemas estruturais ou porque os colégios desistiram do Enade. Por isso, uma nova carta teria sido enviada com o local certo.

Outros erros em locais de prova do Enade foram identificados pelo R7. Cícero Ramalho, aluno do curso de farmácia, recebeu cartão de inscrição indicando que faria a prova no Mackenzie, mas descobriu que seu nome não constava na lista de inscritos. Por causa da falha, ele perdeu a prova.

– Não sei o que vou fazer agora.

Admilson Cunha, também aluno da carreira de farmácia, relata que seu cartão de inscrição indicava que ele faria prova no prédio 3 do Mackenzie, mas ele descobriu na lista de inscritos que deveria fazer o exame no edifício 27 da própria universidade.

– O pior é que eu nem sei onde fica esse prédio.

Quinze perdem a prova

Cerca de 15 estudantes perderam a prova do Enade no Mackenzie, a maioria por atrasos. Os portões fecharam pontualmente às 13h – o Ministério da Educação espera quase 5.000 universitários no local de prova. Geovana Ronel é uma das que chegou atrasada ao exame.

– Saí de casa às 11h30, no Jabaquara, mas peguei muito trânsito e só cheguei agora.

Na entrada da universidade, o clima era de confusão – muitos estudantes pareciam perdidos. Os funcionários tiveram que orientar vários deles, que trouxeram cartões de prova com indicações erradas da sala de aula.

R7

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.