Enivaldo e Aguinaldo negam que tenha havido convite a Manoel Júnior

O deputado estadual Aguinaldo Ribeiro desmentiu hoje a tese divulgada pelo deputado federal Manoel Júnior (PSB) a respeito de um suposto convite do PP para a filiação dele e do também dissidente Guilherme Almeida à legenda. Em entrevista à Rede Paraíba Sat, acompanhado do pai, ex-deputado federal Enivaldo Ribeiro, ele declarou que a articulação foi inversa: "Não houve convite nenhum a Manoel Júnior. Ele é que foi se oferecer. Ele queria ser o presidente do diretório de João Pessoa, derrubando nosso vereador Durval Ferreira", disse. A versão foi confirmada por Enivaldo Ribeiro: "Eu tenho 35 anos de vida pública e ouvi isso do presidente nacional do PP. Acho que ele não teria motivo para mentir".

Pai e filho estiveram em Brasília na última quarta-feira, 2, em uma reunião com a Executiva Nacional do PP. Lá eles foram sondados pelo presidente do partido, Francisco Dornelles, sobre o ingresso dos dissidentes socialistas e externaram seu entendimento contrário: "Não teria o menor sentido receber os deputados se eles não apóiam o nosso candidato a governador do Estado, que é Ricardo Coutinho. Se eles não tivessem rejeição a Ricardo, não haveria problemas", explicou Aguinaldo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.