Energisa vai investir quase R$ 150 milhões em 2018 na Paraíba

Este ano, a Energisa vai investir R$ 147,3 milhões nas áreas de concessão, com prioridade para a excelência no atendimento e aprimoramento da qualidade do serviço. Desde a privatização, a companhia aplicou R$ 3,1 bilhões no sistema elétrico da Paraíba. Hoje, a Energisa atende cerca de 1,6 milhão clientes em 222 municípios e emprega mais de 2,2 mil pessoas.

Os investimentos visam aumentar a confiabilidade do sistema com intervenções nas subestações de Distrito, Boa Vista, Dona Inês, Japungu, Mangabeira, Mataraca e Ibiara. As obras vão beneficiar quase 200 mil clientes. Está prevista também a construção da nova sede da empresa em Sousa, com custo estimado em R$ 2,6 milhões.

A Energisa tem como meta permanente promover o desenvolvimento econômico e social do estado. “Queremos que a Paraíba cresça com a segurança de ter a melhor energia do Brasil”, ressalta André Theobald, diretor-presidente da Energisa Paraíba e Energisa Borborema.

Ao longo de 2017, o consumo de energia elétrica no estado foi de 4.815 GWh, aumento de 1,8% em relação a 2016. A classe residencial, que representa 39,5% do mercado total da área do estado, teve crescimento de 1,8% no consumo. A classe industrial, com participação de 19,2% no mercado local, registrou crescimento de 0,2%.

Com relação aos indicadores de qualidade do fornecimento, na Energisa Paraíba, o DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) foi de 14,6 horas no ano – redução de quase 11,2% em relação a 2016 – e o FEC (Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) foi de 6,3 vezes, o que representa uma melhora de 7,4% em relação a 2016. Na Energisa Borborema, o DEC ficou em 4 horas e o FEC em 2,47 vezes, queda de 18,7% e 23,2% respectivamente. Isso significa que a Energisa garantiu 99,85% de disponibilidade de energia com qualidade para todos os paraibanos.

Ao longo de 2017, a empresa também atuou intensamente no combate às perdas de energia. A equipe responsável pela fiscalização identificou 12,6 mil irregularidades nas unidades consumidoras, recuperando 17 GWh de energia não medida, o que equivale a R$ 11,73 milhões. Dentre essas irregularidades, nove mil são consideradas fraudes e/ou furtos, conhecidos como “gatos”. A polícia autuou mais de 60 pessoas pelo crime de furto previsto no artigo 155 do Código Penal.

Para combater esse crime, a Energisa na Paraíba busca desenvolver tecnologias que sejam capazes de identificar e inibir as perdas. No último ano, foram investidos mais de R$ 11,3 milhões em prevenção. Com os desvios de energia registrados no ano passado, o governo deixou de arrecadar cerca de R$ 23 milhões em ICMS, valor que daria para construir 414 casas populares ou comprar 653 viaturas policiais. Em 2018, a Energisa prevê o investimento de mais de R$ 13 milhões no combate as perdas de energia.

Responsabilidade social
A Energisa patrocina e apoia inúmeras iniciativas que valorizam o desenvolvimento socioeconômico, ambiental e cultural da região onde atua. Estes projetos buscam impulsionar o desenvolvimento econômico, regional e social das comunidades, contribuindo para o estímulo e acessibilidade ao lazer, ao esporte e à cultura. Em 2017, a Energisa realizou os seguintes projetos:

Usina Cultural Energisa: em 2018, a Usina Cultural Energisa completa 15 anos de atuação no cenário cultural da Paraíba. Voltado exclusivamente para disseminação das manifestações artísticas, o local é considerado um dos principais centros culturais do Estado. No ano de 2017, reuniu um público de mais de 72 mil pessoas, em 447 eventos promovidos por produtores e artistas de várias partes da Paraíba, gerando quase R$ 315 mil para os promotores. A sala Vladimir Carvalho, que recebe diversos tipos de eventos, ganhou novo sistema de som, projeção e iluminação. Na área externa, o estacionamento foi totalmente calçado e iluminado. Mais conforto para o público e comodidade para os artistas.

Espaço Energia: o já tradicional ‘museu da energia’ foi totalmente reformado em 2017 ganhando mais tecnologia e interatividade. Cinema 7D, jogo de dança eletrônico, labirinto elétrico, simulador de consumo residencial, quiz educacional e ecobike, que transforma energia mecânica em eletricidade, são algumas das atrações. Cada visitante recebe um tablet para visualizar, em realidade aumentada, as explicações dos monitores. A reforma custou R$ 1,2 milhão em equipamentos e melhorias na estrutura física.

Chamada Pública para Projetos de Eficiência Energética 
– Centro de Convenções de João Pessoa: substituição da iluminação por lâmpadas eficientes das áreas do Pavilhão de Feiras e Exposições e o Pavilhão de Congressos e Convenções com redução de cerca de 70% no consumo de energia. Investimento: R$ 296.780,86

– Condomínio Bougainville: substituição da iluminação por lâmpadas eficientes das áreas comuns e de convivência do Condomínio com redução de aproximadamente 50% da energia consumida. Investimento: R$ 123.798,40.

– UNIPÊ: substituição da iluminação e condicionamento ambiental no Bloco A1 da unidade educacional com redução de aproximadamente 76% no consumo de energia. Investimento: R$ 397.878,66.

– Centro de Atividades Especiais Helena Holanda (CAEHH): substituição da iluminação e geração de energia elétrica por meio de sistema fotovoltaico com redução de aproximadamente 56% do consumo. Investimento: R$ 99.644,87.

Primeira Leitura: projeto que incentiva a leitura e a disseminação da história da Paraíba entre as novas gerações. A coleção traz, em quadrinhos, a vida e a obra de paraibanos que construíram ou constroem a história do Estado e a do nosso país. Em 2017, foram lançados cinco livros, distribuídos cerca de 1,7 mil exemplares e promovido o concurso de redação do ‘Natal na Usina’ com a participação de cerca de 300 estudantes de 26 cidades.

Balcão de Livros Energisa: iniciativa inédita no país que oferece aos clientes adimplentes da concessionária a possibilidade de pegar emprestado o melhor da literatura brasileira e estrangeira. São histórias e versos de autores conhecidos como José Lins do Rego, Carlos Drummond de Andrade, Cora Coralina, Fernando Pessoa, Gabriel Garcia Márquez e J.K. Rowling, entre muitos outros. O acervo conta com mais de quatro mil exemplares. Em 2017, o acervo recebeu mais 1,1 mil exemplares.

Projeto Arte na Empresa: projeto cultural que promove exposições constantemente nos prédios da Energisa, na Paraíba, desde 2008. As exposições são instaladas em Patos, Campina Grande e João Pessoa, ampliando a divulgação da cultura e dando aos moradores de cidades do interior a oportunidade de ter contato com arte visual de qualidade. Este projeto também oferece ao artista toda a curadoria da exposição, transporte das obras, confecção de material gráfico, divulgação e assessoria de imprensa.

Convênios de Arrecadação: A Energisa Paraíba mantem convênio com o Hospital Napoleão Laureano, o Instituto de Pesquisa Professor Joaquim Amorim Neto (IPESQ), o Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), dando aos clientes a oportunidade de doarem qualquer valor por meio da conta de luz. No ano de 2017, o repasse das doações totalizou quase R$ 1,38 milhão.

Gol de Placa: apoia os clubes de futebol profissional da Paraíba, através da Lei de Incentivo ao Esporte Profissional do Governo do Estado, conhecida como Lei Gol de Placa. Em 2016, investiu R$ 4,2 milhões nos times Botafogo da Paraíba, Campinense Clube, Treze Futebol Clube, Centro Sportivo Paraibano, Sousa Esporte Clube, Auto Esporte Clube, Atlético Cajazeirense de Desporto, Internacional Esporte Clube, Grêmio Recreativo Serrano e Paraíba Esporte Clube.

Prêmio Parceiro Energisa: Em parceria com o Programa Paraibano da Qualidade (PPQ), a Energisa Paraíba qualifica seus fornecedores, buscando aprimorar a gestão, e os avalia na premiação conhecida como Parceiro Energia. Em 2017, a empresa participou/realizou de cinco workshops, gerando um total de 1.680 HHT (homem hora treinados) entre as empresas parceiras, o que é mais de 50% do HHT total do PPQ. A maioria desses treinamentos foi realizada na Usina Cultural Energisa, em João Pessoa.

Apoio ao IPESQ: a Energisa apoia de forma direta o Instituto de Pesquisa Professor Joaquim Amorim Neto (IPESQ) que atende e auxilia famílias com crianças com microcefalia. Entre o fim de 2016 e início de 2017, a Energisa substituiu 121 geladeiras sucateadas por eletrodomésticos novos e trocou 924 lâmpadas fluorescentes e incandescentes por lâmpadas de Led, mais econômicas e eficientes. As equipes da Energisa ainda visitaram 180 famílias apoiadas pelo IPESQ, realizando o cadastro na tarifa social, o que resulta em desconto de até 65% na tarifa de energia. No Natal de 2017, as famílias receberam em mãos o mesmo kit natalino oferecido aos colaboradores. A entrega foi realizada voluntariamente pelos funcionários, durante o horário de trabalho e utilizando viaturas da empresa.

Reconhecimentos/prêmios

ENERGISA PARAÍBA
Prêmio Abradee (Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica) de  Melhor Distribuidora do Brasil.

Finalista no Prêmio IASC (Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor)

Selo de Certificação do Instituto GPTW que avalia as melhores empresas para se trabalhar

No ranking da Continuidade do Serviço 2017, divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Energisa Paraíba ficou em 3º lugar entre as grandes distribuidoras do país, com mais de 400 mil unidades consumidoras. O indicador de Desempenho Global de Continuidade (DGC) de 0,70.

O ranking da Continuidade do Serviço 2017 se baseia no DGC, que mede a qualidade do fornecimento das empresas por meio da comparação entre os valores apurados e limites anuais dos indicadores de duração e quantidade de interrupções.

ENERGISA BORBOREMA

Prêmio Abradee de Melhor Responsabilidade Social do Brasil.

Medalha de prata do Prêmio Eloy Chaves pelo destaque no ano de 2016 entre as distribuidoras que possuem até 500 colaboradores e apresentam um ótimo índice de segurança e prevenção de acidentes de trabalho.

No ranking da Continuidade do Serviço 2017, divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Energisa Borborema ficou em 1º lugar entre as distribuidoras com menos de 400 mil unidades consumidoras. O indicador de desempenho global de continuidade (DGC) foi de 0,28.

Sobre o Grupo Energisa
Com 112 anos de história, o Grupo Energisa é um dos maiores do Brasil em distribuição de energia elétrica. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla nove distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo e Paraná. Hoje, são aproximadamente 6,5 milhões de clientes – o que representa uma população atendida de cerca de 16 milhões de pessoas – em 788 municípios em todas as regiões do Brasil. Com receita líquida anual de cerca de R$ 11 bilhões, o grupo gera aproximadamente 15 mil empregos.

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um diversificado portfólio que engloba distribuição, geração, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de TI e Call Center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora) e, mais recentemente, transmissão.

Comentários