Energisa realiza Workshop: “Cadastramento Tarifa Social de Energia Elétrica”

Cerca de 500 mil consumidores residenciais que gastam até 220 kWh de energia elétrica por mês podem perder o benefício da tarifa social na Paraíba. É que, por determinação da Aneel, para continuar a receber o benefício, eles precisam se cadastrar junto a Energisa até março de 2011.

Todos os beneficiados dos programas Sociais (Bolsa Família) do Governo Federal que possuem o Número de identificação Social (NIS) têm direito a Tarifa Social de Energia Elétrica. Quem já possui esse número, deve entrar em contato com a Energisa.  Já os usuários que ainda não possuem, devem procurar os postos de cadastramento da prefeitura do município em que residem e depois comunicar o NIS à  Energisa. A comunicação pode ser feita na própria prefeitura, nas agências de atendimento ou ainda pela Central de Soluções – 0800 083  0196.

Para esclarecer e instruir os servidores municipais sobre o processo de cadastramento, a Energisa promove no dia 15 de dezembro, às 14 horas, no auditório de sua sede em João Pessoa, um workshop sobre o tema. São esperados representantes de 39 municípios da região leste paraibana. No dia seguinte, 16/12, o encontro se repete em Guarabira e Campina Grande para 85 prefeituras da Região Centro, e no dia 17, em Patos e Sousa para os municípios da região oeste.

A tarifa Social de Energia Elétrica foi criada em 2002 pelo governo federal e ampliada em janeiro de 2010. Ela estabelece uma tabela de descontos na conta de energia dos consumidores de baixa renda. A lógica é: quanto menos se gasta, maior é o desconto.  Um consumidor que, por exemplo, gasta até 30 kWh por mês, receberia uma conta de R$ 10,47. Com a tarifa social, o desconto de 65% reduz o valor para R$ 3,66.
 
Workshop “Cadastramento Tarifa Social de Energia Elétrica”
dia 15/12 – 14h00 – Auditório da sede da Energisa, em João Pessoa
 16/12 – Guarabira e Campina Grande
 17/12 – Patos e Souza

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.