Enem começa a ser aplicado hoje para 4,1 milhões de estudantes

Com esquema de segurança reforçado, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começa a ser aplicado neste sábado (5) para mais de 4,1 milhões de inscritos em cerca de 1.800 municípios brasileiros.

No primeiro dia, os candidatos terão quatro horas e meia para fazer as provas de ciências da natureza (biologia, química e física), com 45 testes, e de ciências humanas (geografia e história), também com 45 testes. No domingo, será a vez das provas de matemática (45 testes) e linguagens (português), que inclui 45 questões e uma redação do tipo dissertativo.
 
Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 12h55. Em todo o país, as provas começarão às 13h (horário de Brasília). A recomendação é chegar com uma hora de antecedência para evitar atrasos. O estudante que mora em locais com o fuso diferente do de Brasília deve ficar atento ao horário da capital federal, que adotou o horário de verão.

Veja o que levar no dia das provas:

– Original do documento de identificação
– Caneta esferográfica de tinta azul ou preta
– Novo cartão de confirmação de inscrição, verde. Não será aceito o cartão anterior

Quem não estiver com o cartão de inscrição poderá fazer a prova desde que vão até o local exato onde foi alocado para fazer o Enem, com um documento de identificação com foto.
 
A recomendação é que o candidato leve algum alimento leve e uma garrafa de água para consumir durante a prova.

Documentos de identificação aceitos:

– carteiras expedidas pelos comandos militares, secretarias de segurança pública, institutos de identificação e pelos corpos de bombeiros militares;
– carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.);
– passaporte brasileiro;
– certificado de reservista e carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação (somente modelo com foto).

A entrega das respostas do questionário socioeconômico do Enem 2009 no dia da prova é voluntária.

Vazamento

As provas do Enem, inicialmente marcadas para os dias 3 e 4 de outubro, tiveram de ser remarcadas após ocorrer o vazamento dos cadernos de questões na gráfica, em São Paulo. Cinco pessoas foram indiciadas pelo ocorrido. Depois do episódio, diversas instituições desistiram de usar o resultado do Enem no seu processo seletivo, como a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

G1
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.