Encontro reunirá domésticas nordestinas em Campina Grande

Nos dias 31 de janeiro e 01 de fevereiro de 2013, sexta e sábado, acontecerá em Campina Grande o Encontro de Articulação das Trabalhadoras Domésticas do Nordeste, promovido pelo Centro de Ação Cultural (CENTRAC), em parceria com a Associação das Trabalhadoras Domésticas de Campina Grande e a Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (FENATRAD) e do Fundo Brasil de Direitos Humanos, com o apoio da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM) do Governo Federal.
 
A abertura do evento vai acontecer às 19h, no auditório da Secretaria Municipal de Cultura, localizada no Largo do Açude Novo, no antigo Museu de Artes Assis Chateaubriand, próximo ao Terminal de Integração, no Centro. Participarão da mesa de abertura Creuza Oliveira, presidenta da FENATRAD, Maria Helena dos Santos da direção da Associação das Trabalhadoras Domésticas de Campina Grande e Verônica Ferreira, pesquisadora do SOS Corpo, de Recife-PE. Na ocasião haverá ainda o lançamento da Campanha “Nenhum Direito a menos – pela efetivação do trabalho doméstico decente”.
 
O segundo dia de encontro acontecerá no Centro de Eventos São Clemente, localizado na Escola Técnica Redentorista, no bairro Universitário, em Campina Grande, e vai reunir 45 trabalhadoras domésticas dos nove estados do Nordeste. Da Paraíba estarão presentes representantes do Sindicato das Trabalhadoras Domésticas de João Pessoa e da Associação de Campina Grande. A programação do encontro contará com vídeo-debates, oficinas e mesas de diálogo.
 
O objetivo do evento é ampliar o debate junto à sociedade e agentes públicos no âmbito da região Nordeste sobre a luta das trabalhadoras domésticas por valorização e equiparação de direitos aos demais trabalhadores, e dar visibilidade ao conteúdo da Convenção nº 189 e da Recomendação nº 201 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), sobre “Trabalho Decente para as Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos”.  A ideia é promover um espaço de reflexão do movimento e unificação de estratégias de luta pela ampliação dos direitos das trabalhadoras domésticas. 
 
Programação:
 
Dia 31 de Janeiro (Sexta- feira) – participação aberta ao público.
 
19h – Mesa de Abertura do Encontro – “Avanços e desafios na luta das/os trabalhadoras/es domésticas/os por valorização do trabalho doméstico como  trabalho decente”.
Palestrantes:
– Creuza Maria de Oliveira, presidenta da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (FENATRAD);
– Maria Helena dos Santos, da Associação das Trabalhadoras Domésticas de Campina Grande;
– Verônica Ferreira – Pesquisadora da Ong SOS Corpo, de Recife-PE.
 
21h – Coquetel de lançamento da Campanha
 
Dia 1 de Fevereiro (Sábado)
 
8h – Dinâmica matinal/Momento de Sensibilização
 
8h15 – Oficina 1: “A utilização das redes sociais para o fortalecimento da luta das/os trabalhadoras/es domésticas/os”.
Oficina 2: “A importância dos espaços de Controle Social e articulação com os movimentos sociais para efetivação dos direitos das Trabalhadoras Domésticas”
Oficina 3: “Como os Sindicatos e Associações podem intervir no processo de ratificação da Convenção nº 189 e Recomendação nº 201”.
 
10h – Intervalo – Lanche
 
10h15 – Socialização das Oficinas
 
12h – Almoço
 
14h – Roda de Diálogo:
Tema: Quais as estratégias de luta das trabalhadoras domésticas?
Finalidade: Construção de uma agenda em comum entre os sindicatos.
 
16h – Intervalo – Lanche
 
16h15 – Encaminhamentos Gerais – Bandeiras de luta da categoria em nível nacional
 
17h30 – Avaliação e Encerramento do Encontro

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.