Empresas envolvidas na Operação Gasparzinho são divulgadas

Os nomes das empresas envolvidas na Operação Gasparzinho e que são alvo de investigação já estão disponíveis. As seis empresas são registradas na Paraíba e atuavam em 35 prefeituras. Até agora sete pessoas foram presas e alguns carros apreendidos. A Polícia Federal não divulgou os nomes dos envolvidos.

As empresas são:

– Alserv Contrutora Ltda – A empresa tentou participar de uma licitação na UFPB, mas foi reprovadas por falta de capacidade. Entre 2008 e 2011 ela participou de mais de 240 licitações em várias cidades da Paraíba.

– Gima Construções e Incorporações Ltda – 189 licitações entre 2008 e 2011 em cidades de todas as regiões da Paraíba.

– EMS Empresa de Manutenção Serviços e Construção Ltda – De 2008 a 2011 ela participou mais de 300 licitações aprovadas em várias cidades da Paraíba. 

– G 50 Serviços Construções e Locações Ltda – Participou de 108 licitações entre 2008 e 2011 em várias cidades da Paraíba. 

– Esteng Serviços Técnicos de Engenharia e Arquitetura Ltda  e  Cordeiro Guedes Construtoras Comércio Ltda

O grupo criminoso, segundo a Controladoria Geral da União, agia nos municípios de Alagoa Grande, Boa Vista, Mamanguape, Patos, Pilar, Pitimbu, Santa Rita, Santo André, Sumé, Algodão de Jandaíra, Brejo da Cruz, Caaporã, Lucena, Monteiro, Riachão do Bacamarte, Araçagi, Arara, Areia, Bayeux, Cabedelo, Caturité, Coremas, Cruz do Espírito Santo, Damião, Gurjão, Aroeiras, Cuitegí, São Bento, Areia de Baraúnas, Conde, Jericó, Juripiranga, Pedras de Fogo, Pombal e Serra Branca.

A Operação Gasparzinho foi deflagrada pela Polícia Federal, Controladoria-Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.