Empresas de ônibus da capital vão equipar frota com câmeras de vídeo

Para inibir a ação de criminosos no interior dos ônibus que circulam pela capital paraibana, as seis empresas de transporte público que atuam em João Pessoa continuam com a meta de equipar, até o final deste ano, toda a sua frota operante com a instalação de câmeras de vídeo no interior de seus ônibus. A iniciativa faz parte do projeto de melhoria do serviço prestado à população, cujo objetivo maior é aumentar a satisfação do usuário, neste caso dando-lhes mais segurança e confiança para realizar seu trajeto com mais tranquilidade. A meta é equipar os 430 veículos que circulam na capital, com a instalação de duas a três câmeras por veículos. Atualmente, 270 ônibus já dispõem do equipamento, restando apenas 160 veículos para atingir a meta.

De acordo com Mário Tourinho, diretor-executivo da Associação das Empresas de Transportes Coletivos Urbano de João Pessoa (AETC-JP), o prazo destacado para a instalação efetiva de todo o equipamento será cumprido em breve. “Graças ao empenho da empresa responsável pelo serviço, vamos conseguir equipar toda a frota pessoense ainda em 2009”, disse Mário, estimando que a implantação do equipamento cause uma diminuição no número de assaltos em João Pessoa. “As câmeras de vídeo estão sendo instaladas estrategicamente para captar imagens de todo o interior do veículo. Assim, se acontecer algo suspeito, as imagens serão encaminhadas para os órgãos competentes que deverão tomar as providências cabíveis”, disse ele. A respeito dos assaltos já contabilizados, o diretor executivo da AETC ressaltou que a quantidade é irrisória se considerar o número de viagens realizadas pela frota que chega próximo a 5 mil/dia.

 Mário lembra ainda que já se reuniu  diversas vezes com o Comando da Polícia Militar e com o Secretário de Segurança Pública para solicitar mais policiamento próximo às paradas de ônibus e a retomada das blitze nos veículos. “As blitze têm o apoio das empresas e da população de João Pessoa que não se incomoda em ser revistada porque tem a consciência de que aquela ação é para a segurança dela mesma”, finalizou Mário, acreditando que com o projeto de instalação das câmeras, aliado ao trabalho efetivo dos órgãos competentes de segurança pública, a população fará seu deslocamento com mais tranqüilidade.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.