Empresário que contesta posse de Cássio explica motivação de recurso

O empresário José Andrea Magliano encaminhou ao Parlamentopb uma nota na qual expressa seu pensamento a respeito da decisão do ministro Joaquim Barbosa, que autorizou a diplomação e posse de Cássio Cunha Lima (PSDB) com base na decisão do STF de que a Lei da Ficha Limpa não tem validade para o pleito de 2010. Na última sexta-feira, o petista deu entrada, através do advogado Michel Saliba, em um agravo regimental que pede a revisão da decisão de Barbosa e o enquadramento do ex-governador na Lei das Inelegibilidades.

Criticado por muitos aliados e eleitores de Cássio, Magliano negou que tenha considerado "estúpida" a votação recebida pelo tucano em outubro passado. Ele disse que o termo teria sido mal interpretado pelo Parlamentopb na entrevista de ontem. "Eu quis dizer que a aprovação ao projeto de lei de iniciativa popular denominado Ficha Limpa tinha sido estupenda. Me expressei mal".

A seguir, a carta de Magliano a respeito do recurso contra a diplomação de Cássio Cunha Lima.

EM  DEFESA DO POVO PARAIBANO
 
O primeiro ponto que desejo ressaltar é que temos motivações importantes para dar continuidade às movimentação de ações no STF no sentido de fortalecer a Paraíba junto às bases do governo federal  com o PT e PMDB .Coerentemente defendi em 2010 a presença do deputado Luiz Couto do PT na chapa majoritária  para o senado, visando fortalecer a Paraíba na base aliada do Senado. Hoje, estamos novamente defendendo, não só  como aliado, mas também  como  parte integrante do governo federal por estarmos com duas cadeiras aliadas  no senado, que implicam em   metas e trabalhos em andamento conquistadas por aliados ao meu partido, PT, na base do governo. Estão desta forma  todos   os trabalhos seguindo seu rumo para  benefício do povo paraibano. Vejo como obrigação de todos que compõem o PT e o PMDB e também os  demais partidos da base aliada defender o fortalecimento das nossas forças junto ao  governo Federal, e assim  aumentando as chances de buscarmos  o desenvolvimento do Estado da  Paraíba.

O segundo ponto, é o da reflexão do que significa FICHA LIMPA  para  nosso  povo . O  que seria para Paraíba aparecer como a primeira a pular a cerca da impunidade declamada em verso e prosa pela Lei do Ficha Limpa no cenário nacional. Aceitando a entrada  de um senador que foi retirado do governo em pleno exercício, cassado, ficando  inelegível por três  anos até 2012 e reprovado pela Lei  Ficha Limpa viraremos mais uma vez gancho para chacotas da mídia nacional.

Vamos trocar a coerência pela incoerência, de estar no senado sem maioria ficando na contra mão do atual Governo Federal, dificultando e  retardando todo processo de desenvolvimento de nosso estado no campo político governamental .

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.