Empresário patoense que morreu com coronavírus era diabético e tinha asma

O empresário Danilo Andrade, de 36 anos, da Farmácia São Sebastião, no bairro da Maternidade, em Patos, sertão do Estado, foi a primeira vítima fatal do coronavírus no Estado. A morte por Covid-19 foi confirmada na tarde de hoje pela Secretaria de Estado da Saúde. Danilo, apesar de jovem, apresentava outras doenças. Era diabético e sofria de asma. Ele estava internado na UTI do Hospital Clementino Fraga.

Antes de ser encaminhado ao Clementino Fraga, Danilo havia sido internado no Hospital São Francisco, em Patos, apresentando forte tosse e um quadro pneumonia. Na última quinta-feira, 26, ele havia sido transferido para a capital do Estado devido ao agravamento do seu estado de saúde.

Caso Mateus – O resultado do material coletado no publicitário Mateus Zerbone Carlos, de 34 anos, que morreu ontem com suspeita de coronavírus no Clementino Fraga foi considerado inclusivo. “O primeiro exame foi inconclusivo. O material foi enviado para o Instituto Evandro Chagas em Belém do Pará para a realização de exames para outros tipos de vírus e contraprova”, explicou o secretário de Saúde do Estado da Paraíba, Geraldo Medeiros.

Comentários