Em tranquilidade, Edileide Vilaça anuncia saída do Sistema Correio

Foi um ato de ousadia. Com a vontade de alçar vôo mesmo sem saber qual o próximo ninho, após cerca de quatro meses sinalizando para a presidência do Sistema Correio de Comunicação o desejo de sair da empresa, a jornalista Edileide Vilaça começa 2020 livre para novos desafios. A decisão foi em clima de comunhão, nesta terça-feira, 21, após mais uma rodada de conversa com a presidente do grupo, Beatriz Ribeiro.

“Era 2018, estava em Brasília quando recebi o convite de Beatriz para assumir a Editoria-Geral de Jornalismo da TV Correio. Confesso que nunca foi algo que pensei e desejei como meta, mas o pedido foi feito ao meu chefe da época, e assim o chamado foi atendido. O desafio e o aprendizado foram grandes, pois gerir conteúdos e egos, dentro do que é chamado de “Fogueira das Vaidades”, não é uma equação simples. Em setembro de 2019, quando saiu o resultado do Ibope e a TV Correio voltou à liderança, pensei comigo mesma: missão cumprida! Naquela ocasião, Beatriz e eu conversamos, foi quando falei que a partir daquele momento eu ficaria na empresa até o tempo de Deus. E esse tempo chegou! Como está escrito em Eclesiaste 3:1(Tudo tem a sua ocasião, e há tempo para todo propósito debaixo do céu). A vida é realmente cíclica, basta dizer que essa foi a terceira vez que fiz parte dos quadros do Sistema Correio, e foi justamente na TV Correio onde tudo começou na minha vida no jornalismo em meados de 1995. Estou saindo com sentimento de que fechei um ciclo. Acumulei mais um tanto de experiência, ganhei novas amizades, fortaleci outras já existentes, e só tenho a agradecer à Bia (como carinhosamente chamamos) e ao Dr. Roberto Cavalcanti que é um gentleman no trato com todos os seus colaboradores.”

Talento e profissionalismo na comunicação – Jornalista de grande prestígio na comunicação paraibana, EDILEIDE VILAÇA é natural de Cajazeiras e tem quase 30 anos de mercado, incluindo expressiva atuação na área cultural. A trajetória profissional começou na rádio Patamuté FM (a primeira FM da Paraíba) ainda em sua terra natal, onde também apresentava, organizava e produzia eventos culturais. Na década de 1990, mudou-se para João Pessoa com o objetivo de estudar Comunicação Social na Universidade Federal da Paraíba. Foi também nessa instituição que fez uma pós-graduação em Língua Portuguesa (Linguística) e obteve o título de Mestra em Jornalismo. Conquistou várias premiações, dentre as quais o primeiro lugar na categoria Radiojornalismo do concurso nacional “Prêmio BNB de Jornalismo” e o “Prêmio Mulheres fazendo História, patrimônio da Cidade 2009”. Em 2014, a Câmara Municipal de João Pessoa lhe concedeu o título de Cidadania Pessoense. Como jornalista e radialista, atuou nos principais veículos de comunicação do Estado, incluindo TV Tambaú, rádio e TV Correio, rádio e TV Arapuan, TV Cidade João Pessoa, Rádio Tabajara FM e CBN João Pessoa. Também foi repórter correspondente da TV Justiça de Brasília e integrou a equipe da Ativaweb (TV pela internet). No currículo, ainda se destaca sua atuação como assessora de imprensa no segmento político, inclusive no Senado Federal. Desde abril de 2018, estava integrando os quadros do Sistema Correio de Comunicação, dessa vez como editora-geral da TV CORREIO, onde imprimiu por quase dois anos seu talento e profissionalismo.

Comentários