Em Sousa, enfermeiro é preso acusado de compra de votos

Um cidadão foi preso no final da manhã de hoje no Núcleo I, em São Gonçalo, em Sousa. Identificado apenas pelo primeiro nome, Ornancir seria enfermeiro do Hospital Regional e foi denunciado por suposta compra de votos. A queixa feita contra ele à Polícia Militar dava conta de que Ornancir estaria em uma motocicleta circulando o bairro e oferecendo valores entre R$ 50 e R$ 100 pelo voto de quem se dispusesse a vendê-lo. Um popular chegou a dizer que ouviu-o desencorajá-lo de apresentar denúncia.

O enfermeiro teria dito que não adiantava chamar a polícia porque a corporação militar estaria ao lado do candidato dele.

O acusado foi preso por policiais militares e levado ao Fórum Eleitoral de Sousa, onde foi acompanhado por advogados da Coligação Paraíba Unida. Depois de detido, Ornancir declarou que não estava comprando votos, mas que o dinheiro seria utilizado para seu lanche e almoço.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.