Em Santa Cecília, Cássio e Ludgério recebem título de Cidadania

O ex governador Cássio Cunha Lima, esteve ontem à noite na cidade de Santa Cecília, onde foi agraciado pela Câmara Municipal com o título de cidadão cecilense. O autor da propositura foi o vereador Henrique Lima (PR) que reconheceu em Cássio "relevantes serviços prestados ao município", situado a 200 km de João Pessoa. O deputado estadual Manoel Ludgério (PDT) também foi agraciado com o título de cidadão de Santa Cecília.
 
Dezenas de lideranças políticas de todo a região estiveram na cidade para prestigiar o aniversário de emancipação política de Santa Cecília bem como a presença de Cássio. Além do prefeito anfitrião, Beto, também estavam lá os prefeitos de Lagoa Seca, Edvardo Herculano; de Riacho de Santo Antônio, Beto; de Barra de Santana, Manezinho Andrade; de Montadas, Lindemberg Souza e Renato Martins, de Itatuba.
 
Prestigiaram ainda o evento realizado pela Câmara Municipal de Santa Cecília o deputado estadual Jacó Maciel (PDT) e os vereadores de Campina Grande, Ivonete Ludgério e Nelson Gomes Filho presidente da Casa de Félix Araújo, além dos vices prefeitos Nem, de Santa Cecília; Jonas, de Montadas; Ismar de Itatuba e Antonio Brito, de Barra de Santana.
 
O prefeito de Santa Cecília agradeceu a Cássio pelas ações que fizeram da cidade, a exemplo da escola estadual, as parcerias com a secretária de saúde e, sobretudo ao amplo programa de eletrificação rural que beneficiou quase 1000 famílias da cidade que viviam sem essa necessidade primária que fizeram do município, um dos que mais se desenvolveram nos últimos anos na região, conforme testemunho do pároco local.
 
Cássio disse, durante o seu discurso que a maneira que ele tem de reconhecer o carinho do povo de Santa Cecília que lotou as ruas da cidade para prestigiar honraria recebida por ele é trabalhando mais pela população e que sentia muito pelo fato de na obter tido tempo de iniciar as obras do asfalto e da adutora da cidade, cujos projetos já estavam prontos.
 
No que se refere à estrada, Cássio informou que o empréstimo conseguido pelo seu governo junto a Comunidade Andina de Fomento (CAF) já estava devidamente aprovado e que caberia tão somente ao atual governo biônico a obrigação com a população local de iniciar as obras imediatamente. Já a adutora, que já estava com o seu projeto em andamento, seria executada uma obra para trazer água de Natuba, cidade que seria beneficiada também com a estrada.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.