Em nota, Manoel Júnior contraria Lívia e diz que não é mais faltoso

A assessoria do deputado federal Manoel Júnior emitiu uma nota no início da noite de hoje em resposta às recentes declarações da secretária de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Lívia Karol Araújo. Acusada de usar verbas públicas para atacar os adversários do prefeito na imprensa, Lívia aconselhou o parlamentar a explicar suas faltas na Câmara dos Deputados. Agora, Manoel diz que não é um dos mais faltosos e anuncia medidas judiciais para que Lívia se retrate.

Confira a nota:

O deputado Manoel Junior, ao contrário do que foi dito pela secretária de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa, Lívia Karol Araújo, não é um dos parlamentares mais faltosos da Câmara dos Deputados. As ausências, em sua maioria, são justificadas e ocorreram devido a compromissos na Paraíba ou  atividades referentes ao seu cargo na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Para ajudar a incauta jornalista a assimilar a informação, enviamos uma tabela com a assiduidade dos 12 deputados federais da bancada paraibana e um link do site da Câmara, onde a consulta pode ser realizada.

Com relação à Verba Indenizatória, esclarecemos ser esse um mecanismo disponibilizado pela Câmara dos Deputados a cada parlamentar para restituição dos valores desembolsados com custeio de despesas típicas do exercício do mandato. Portanto, não há qualquer irregularidade em seu uso, seja ele parcial ou total.

Com relação “as viagens feitas a Buenos Aires”, informamos que o deputado realizou a referida viagem, sem acompanhante, ao contrário do que fora dito. Na Argentina, o parlamentar participou, por indicação da Confederação Nacional de Municípios (CNM), de evento da Federação Argentina de Municípios (FAM), chegando em uma quinta-feira e retornando no sábado subsequente. Se quisesse realizar turismo, como foi dito, o parlamentar poderia ficar todo o final de semana.

Lembramos, também, que o deputado Manoel Junior possui conduta ilibada, não pesando sobre ele processo em nenhuma instância do Judiciário.

Nos causa uma certa surpresa perceber que a incauta jornalista não soube fazer a apuração real dos fatos antes de comentá-los. Gostaríamos que a secretária levantasse e comentasse também os muitos processos que envolvem seu chefe imediato, o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho. Para ajudá-la, informamos que só no Tribunal de Justiça da Paraíba são 16, com uma ação no Tribunal de Contas da União (TCU) e outras duas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba, totalizando 19 processos.

Por último, informamos que o deputado já tomou as medidas judiciais cabíveis para que a secretária se retrate publicamente.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.