Efraim minimiza perda e prevê diálogo para recuperar recursos

O senador democrata Efraim Morais minimizou hoje a declaração feita pelo deputado federal Wellington Roberto (PR), segundo o qual o prazo para a apresentação de emendas de bancada foi perdido pelos parlamentares paraibanos. Segundo Efraim, ainda é possível reverter os prejuízos causados pelo desentendimento da bancada federal paraibana.

"Não já prejuízo à Paraíba. As emendas que deixaram de ser feitas por causa de falta de entendimento entre os dois grupos não trazem prejuízo. Elas poderiam abrir novos caminhos, mas não vão prejudicar o governo. A bancada federal ainda vai se unir em defesa do Estado. Da parte dos democratas, haverá um trabalho para ajudar a Paraíba, mas tem que haver diálogo", disse ele.

O coordenador das emendas, Wilson Santiago, apesar de tudo, considerou que o trabalho foi positivo. Segundo ele, não havia quorum no dia 18, prazo final para a apresentação das emendas de bancada: "Foi positivo. Eu apresentei as rubricas orçamentárias da LDO do que já existia no PPA e outros parlamentares, como Manoel Júnior e Wellington Roberto, também apresentaram. O critério será posteriormente escolhido pela comissão para decidir quais serão as emendas que serão aprovadas ou sugeridas ao executivo".

Uma das emendas de Wilson Santiago, visa incluir a construção do terminal de cargas do aeroporto Presidente Castro Pinto com custo estimado de R$ 36 milhões.  A segunda emenda apresentada prioriza o desenvolvimento agropecuário de forma a propiciar a alocação de cerca de R$ 2 milhões para a aquisição de patrulhas mecanizadas para os municípios da Paraíba.

A emenda direcionada à infra-estrutura turística visa alocação de cerca de R$ 30 milhões para dotar os municípios paraibanos de infra-estrutura que atenda a vocação natural do Estado para o turismo. Para a construção e recuperação de obras de infra-estrutura hídrica, são alocados R$ 3 milhões. Uma das maiores preocupações do Deputado Wilson Santiago é com a implantação de melhorias habitacionais para o controle da doença de chagas na Paraíba. A emenda do parlamentar visa beneficiar mil famílias, alocando cerca de R$8,5 milhões.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.