Efraim Filho cobra esclarecimento sobre falha no Enem a Ministro da Educação

Tramita junto a Comissão Especial da Reforma Universitária, requerimento de autoria do deputado federal Efraim Filho (DEM-PB) solicitando a presença do ministro da Educação, Fernando Haddad, para prestar esclarecimentos sobre as falhas cometidas na última prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) realizado nos dias 6 e 7 de novembro de 2010. O Requerimento era pra ter sido votado no último dia 10, mas por falta de quorum não foi apreciado pela Comissão.

O primeiro dia de provas do Enem 2010, no sábado (6), foi marcado por confusão. Na saída, os estudantes reclamaram da inversão dos nomes das áreas na folha de respostas e de problemas na prova amarela. Alguns jovens disseram que preencheram o gabarito com as questões invertidas.

"A educação é tratada como assunto de importância reduzida no Brasil. Crescimento econômico sem investimento em educação, jamais se transformará em desenvolvimento real. Será uma onda que acaba passando. Precisamos prepara a nova geração brasileira para os desafios do futuro em um mundo globalizado", afirmou.

Efraim Filho disse que está solidário com os estudantes que se submeteram ao ENEM e com seus familiares. É um erro que se repete e, por isso mesmo, deve ser apurada a responsabilidade das autoridades responsáveis por mais um desastre na área da Educação.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, a fim de evitar o constrangimento da convocação formal se antecipou e anunciou que irá à Comissão de Educação e Cultura da Câmara, na próxima quarta-feira pela manhã, para prestar esclarecimentos sobre as falhas cometidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado no último fim de semana.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.