Efraim Filho acredita que Damião Feliciano está mais próximo das oposições

Paulo de Pádua

O deputado federal Efraim Filho (DEM) declarou hoje que a eleição do deputado Arthur Cunha Lima (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa, como novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) pode ter aberto as portas de algumas bases eleitorais do tucano para o deputado federal Damião Feliciano e, segundo ele, ao mesmo tempo selado o apoio do PDT ao projeto político do grupo das oposições na Paraíba.

Ele lembrou que boa parte do PDT da Paraíba já está marchando junto com o projeto do ex-prefeito Ricardo Coutinho (PSB) de disputar o Governo do Estado nas eleições de outubro. Efraim Filho disse que os deputados estaduais pedetistas, Jacó Maciel e Manoel Ludgério, confirmaram suas presenças no encontro das oposições que acontecerá hoje em Campina Grande.

Segundo o Democrata, vem se estreitando a ligação do PDT com o grupo de oposições e o pré-candidato Ricardo Coutinho. Durante entrevista a um dos programas de rádio da cidade, Efraim não poupou críticas a equipe de jornalismo do CQC, da Band. Ele saiu em defesa do seu pai, o senador Efraim Morais, que se irritou com o repórter Rafael Cortez, do CQC, numa entrevista, durante o lançamento da pré-candidatura do governador de São Paulo, José Serra.

“Achei que a resposta foi branda. Deveria ser mais. O repórter faltou com respeito com o parlamentar, quis diminuir e fez uma insinuação muito ofensiva, quando partiu para ofender a esposa do senador, que é minha mãe. Não aceitamos esse tipo de coisa. A imprensa do sul sempre gosta de tentar denegrir a imagem dos outros. O programa apela para fazer humor e teve uma atitude de muito mal gosto”, desabafou.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.