Edvaldo chama Nonato para apoiar Ricardo

O presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, e o vice-prefeito de João Pessoa e presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira, tiveram ontem, a primeira reunião para discutir a possibilidade de aliança entre os dois partidos para as eleições de 2014. De acordo com Edvaldo Rosas, a reunião, que ocorreu durante um almoço, foi muito positiva e amistosa, na qual ficou estabelecida uma agenda de conversas para o futuro, que pode resultado no apoio do PPS para o projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho.
 
“Foi uma conversa bastante positiva. Tomamos esta iniciativa e resolvemos nos antecipar porque o PSB, que está unido com o PPS em nível nacional, tem interesse nesta aliança aqui na Paraíba”, afirmou o socialista. A reaproximação do PSB com o PPS foi uma determinação do presidente nacional do partido e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que visitou João Pessoa na última segunda-feira para receber o título de cidadão pessoense.
 
Edvaldo Rosas relembrou que Eduardo Campos espera contar com o PPS para o seu projeto político para 2014, enfatizando que  será fundamental que esta aliança ocorra também na Paraíba. Segundo ele, na próxima semana, a Executiva Nacional do PPS vai anunciar oficialmente a decisão de se unir à Rede e ao PSB para as eleições do ano que vem. 
 
“A determinação de Eduardo Campos é que esta aliança também seja reeditada nos Estados, em especial aqui na Paraíba, como forma de fortalecer a coligação. Assim já estamos trabalhando para celebração desta aliança”, declarou. Rosas disse ainda, que além da reunião com Nonato, com a deflagração do diálogo para reeditar a aliança com o PPS, também se reuniu com os dirigentes do PC do B, estadual e municipal, Simão Almeida e Agamenon Sarinho, para discussão de uma agenda conjunta.
 
Reunião foi proveitosa
 
O vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, também considerou a reunião com Edvaldo Rosas bastante amistosa, onde cada um pode apresentar a posição que defende para as Eleições 2014, no que diz respeito à disputa para o Governo do Estado. 
 
“Ouvi proposta de Edvaldo Rosas, para celebração de aliança para eleições de 2014, com apoio à reeleição do governador Ricardo Coutinho, como também apresentei a minha posição, que é de apoio ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB). E que vamos submeter as posições  a uma discussão interna no partido, inclusive as propostas de outras legendas”, revelou.
 
De acordo com Nonato Bandeira, a posição do PPS não está definida e que o partido só deverá ter uma deliberação sobre o assunto a partir de março, após a pré-convenção nacional. 
 
“Apresentei minha posição a Edvaldo e que existe defensores no partido defensores da aliança com o PSB, como é o caso da deputada Gilma Germano. Mas que só vamos definir essa posição após um amplo debate interno”, comentou, enfatizando que o PPS está aberto ao diálogo com os partidos.
 
 
 
 
Correio da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.