Eduardo enterra esperanças de dissidentes e repete defesa a Ricardo

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, em visita a João Pessoa para participar do XI Fórum dos Governadores, usou de novo sua forma enfática de tratar de temas políticos para responder ao pedido público de reunião feito pela imprensa pelo deputado Carlos Batinga (PSB). O parlamentar disse hoje que seria necessário um encontro de Campos com os deputados para que eles expusessem seus pensamentos a respeito da sucessão estadual.

Na prática, Batinga, Marcondes Gadelha, Manoel Júnior, Expedito Pereira, Guilherme Almeida e Leonardo Gadelha têm um posicionamento político simpático à candidatura à reeleição de José Maranhão e estão desconfortáveis frente à postulação de Ricardo Coutinho.

Mas, se depender de Eduardo Campos, o incômodo dos deputados vai aumentar. O presidente nacional do PSB confirmou que vai se encontrar com os parlamentares paraibanos, mas adiantou que não há novidades em relação à determinação do partido para 2010:

"Quero reunir a direção nacional com os deputados, mas os companheiros vão ouvir o que já ouviram. Ricardo Coutinho não está apenas preparado para fazer campanha, mas para governar. Nosso partido tem diretrizes e um regimento para guiar o debate. Os dissidentes não serão chutados. Quem não se entender comigo, não se entende com mais ninguém", disse Eduardo Campos, acrescentando: "É curioso que enquanto alguns socialistas divergem, outros partidos se movimentam para apoiar Ricardo Coutinho".

Campos tratou Manoel Júnior e Marcondes Gadelha como amigos e companheiros valorosos e defendeu a reeleição de ambos, embora tenha usado peso diferente ao comparar os projetos políticos de ambos com os de Ricardo Coutinho: "É importante a reeleição de Manoel Júnior e de Marcondes Gadelha ou de quem ele queira apoiar, mas é fundamental que o crescimento do PSB continue e isso se dá com Ricardo Coutinho e suas ideias de mudanças na gestão".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.