Durval centraliza nomeações e Lucas prevê retaliação

O presidente da Câmara de João Pessoa, Durval Ferreira (PP), apresentou na sessão de hoje um projeto de resolução que prevê a centralização pelo chefe do poder legislativo, de todas as nomeações de assessores da Casa Napoleão Laureano. O anúncio do texto pegou o vereador Lucas de Brito (DEM) de surpresa. Ao ser informado, na sessão, do teor, Lucas chegou a dizer que a mudança era "uma covardia!" e acrescentou que a alteração serviria para que o presidente pudesse "retaliar vereadores". A crise entre Durval e Lucas se tornou aguda no fim do ano passado quando o democrata recorreu à Justiça para que seus assessores não fossem exonerados no último mês do ano, como aconteceu com todos os componentes dos gabinetes de parlamentares, numa medida tomada pela Mesa Diretora sob a justificativa de "evitar o descumprimento à Lei de Responsabilidade Fiscal".
 
"Jamais eu retaliaria nenhum vereador. Na sua cabeça pode passar isso, mas não na minha. O projeto foi aprovado, mas eu quero dizer que a providência tomada por nós serve apenas para adequar o regimento interno da Câmara à Lei Orgânica Municipal", disse Durval.
 
Depois disso, os vereadores Bira Pereira (PT), Raissa Lacerda (PSD), Zezinho Botafogo (PSB) e Bruno Farias (PPS) defenderam o presidente e confirmaram que haviam sido informados previamente do conteúdo do projeto, que teria sido discutido com eles. Aparentemente, apenas Lucas não recebeu cópia ou foi informado antecipadamente da mudança.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.