Dunga Júnior defende intervenção no PTB e Abílio não renuncia

O ex-deputado estadual Carlos Dunga Júnior não acredita em intervenção no PTB, mas defende uma mudança na direção do partido, já que o atual presidente estadual da legenda, Armando Abílio, pretendia entregar presidência. Pretendia, não pretende mais, segundo informou o próprio. Dunga disse ainda que se o partido não se reunir para buscar uma reestruturação com vistas às eleições de 2012, ele vai pedir a desfiliação partidária.

Armando Abílio, que não conseguiu se reeleger deputado federal em 2010, estava disposto a renunciar. Chegou a ir à Brasília conversar com a direção nacional do PTB, mas como a renúncia não foi aceita, voltou atrás e rasgou a carta. Ele disse que o presidente Roberto Jefferson não aceitou o pedido e que o partido deverá se reunir após o carnaval para encontrar uma solução. “Nós queremos a unidade partidária e já que entreguei a carta-renúncia e não aceitaram, continuarei na presidência do PTB”, disse.

O dirigente partidário informou ainda que foi composta uma comissão (Tavinho Santos – vereador de João Pessoa, Fábio Tyrone – prefeito de Sousa, e Artur Almeida – presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas da Paraíba presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas da Paraíba), que ficará responsável para formatar a reunião com todos os filiados, onde serão definidos os novos rumos do partido.

Para Dunga Júnior, é preciso que haja uma discussão mais ampla para construir a nova direção do partido. “Eu vejo que realmente o PTB tem que passar por uma reconstrução. Não pode é ficar se reunindo em bloco e decidindo unilateralmente porque o partido vai ficar no mesmo erro até agora. Eu acredito que ainda é tempo do partido ter maturidade para que todos se sentem numa mesa e discutir a situação do partido”.

Ressaltou que quem não tiver mais espaço e não tiver dentro do partido as propostas sólidas que deixe o PTB. “Para daí se construir o partido que se quer com a ingerência de quem for e quem não tiver mais o perfil do PTB que procure outro partido porque enquanto tiver nessas conversas isoladas o partido vai continuar do mesmo jeito”.

Atual secretário de Articulação Política de João Pessoa, Dunga Júnior disse querer um partido que dialogue, discute e respeita as bases e a decisão da maioria, que segundo ele, foi isso que não foi feito no processo de eleitoral de 2010 e o PTB saiu prejudicado. O partido não conseguiu eleger nenhum deputado estadual e nem federal.

Correio da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.