Doze pessoas são presas e 397 pedras de crack apreendidas em Mandacaru

Doze pessoas presas, três adolescentes apreendidos e ainda 397 pedras de crack, 86 pacotes de maconha, dois revólveres calibre 38, duas espingardas, 31 munições, uma faca peixeira e uma balança de precisão. Este foi o balanço de prisões e apreensões realizadas até as 10h de hoje, durante a Operação Mandacaru, iniciada ainda durante a madrugada em João Pessoa.

A ação contou com mais de mil policiais entre militares e civis, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Federal, com apoio do Grupo Tático Aéreo (GTA) do Estado de Pernambuco e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba.

Às 16h30 desta quinta-feira uma entrevista coletiva será concedida à imprensa pelo secretário da pasta, Cláudio Lima, e pelo secretário executivo, Raimundo Silvany, na sala de reuniões do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), no prédio da Seds, bairro de Mangabeira VII, em João Pessoa.

A Operação – A maior ação já realizada de forma integrada pelas polícias do Nordeste teve início por volta da 2h da madrugada, quando os policiais se reuniram no Espaço Cultural José Lins do Rêgo.

Às 4h, as equipes se deslocaram para o bairro de Mandacaru, com o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão na área, uma das mais violentas da região metropolitana da Capital. Para isso, tiveram à disposição quatro barcos, 150 viaturas, além de ônibus, motos, cavalos, cães farejadores cedidos pela Polícia Federal de Brasília (DF) e um helicóptero, que ficou responsável pelo monitoramento aéreo.

Todos os presos, juntamente com os adolescentes e o material apreendido, foram encaminhados para a Central de Polícia, bairro do Varadouro, Capital, onde permanecem à disposição da Justiça.

Números – De acordo com as estatísticas da Seds, em 2010 foram registrados 64 homicídios na região de Mandacaru, que tem atualmente uma população de 14.825 habitantes, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2011, foram computados 23 assassinatos, entre os meses de janeiro e abril.

Os presos até o momento na operação:

Adriano Ferreira da Silva
Antônio Carlos de Farias, 33 anos
Claceman Vieira da Silva
Diego Machado dos Santos Oliveira
Edmilson Gomes da Silva, 34 anos
Ednaldo Barbosa Monteiro, 41 anos
Edvaldo da Silva Lima
Geraldo Vicente da Silva
Guilherme Brito de Holanda Neto, 27 anos
Irismar Ferreira de Araújo
Janilson Bezerra dos Santos, 28 anos
Maria Aparecida de Araújo
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.